SEGURANÇA PÚBLICA

05/07/2022 as 09:43

Polícia identifica um dos suspeitos de atirar pedras em jornalistas durante cobertura de festa em Capela

O homem, que tem 28 anos e é morador de Aracaju, foi identificado após prestar um Boletim de Ocorrência.



Um dos suspeitos de atirar pedras em jornalistas e repórteres cinematográficos da imprensa de Sergipe durante a cobertura da Festa do Mastro, em Capela, no domingo, foi identificado pela Polícia Civil, segundo informou a Secretaria de Segurança Pública (SSP) nesta terça-feira (5). Ele será intimado a prestar depoimento na delegacia da cidade.

O homem, que tem 28 anos e é morador de Aracaju, foi identificado após prestar um Boletim de Ocorrência informando que jogou lama, como é tradição na festa, e não pedras. Mas, segundo a polícia, a lama estava petrificada.

"A tradição de uma festa como essa precisa ser muito preservada, mas não pode extrapolar o cometimento de um crime. Pelas imagens e sons do vídeo a gente consegue identificar que ali não é apenas lama", disse o assessor de comunicação da SSP, Lucas Rosário.
De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado (Sindijor), os profissionais também foram atingidos por pedaços de madeira e garrafas de vidro enquanto estavam em cima de um mini trio. Dois deles chegaram a sofrer cortes no rosto e cabeça.

Informações sobre outros envolvidos podem ser repassadas à polícia por meio da ferramenta Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo do denunciante é garantido.

Crime com morte

A 83ª edição Festa do Mastro teve início no dia 31 de maio, com shows e programações culturais. Nesse domingo de encerramento, o evento reuniu cerca de 150 mil pessoas pelas ruas da cidade, de acordo com a prefeitura.

Inquéritos haviam sido instaurado nesta segunda-feira para apurar as agressões contra os jornalistas e a morte de um homem durante uma confusão. Doze pessoas foram detidas, incluindo o principal suspeito pelo assassinato.

Fonte: g1




Tópicos Recentes