SAÚDE

26/06/2020 as 16:03

Leitos clínicos e de UTI da rede privada estão esgotados

A atualização dos dados da Covid-19 em Sergipe, nas últimas 24h, sinaliza que o sistema de saúde da rede privada entrou em colapso

<?php echo $paginatitulo ?>

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES), os 125 leitos clínicos ofertados pelos hospitais privados já estão completamente preenchidos por pacientes da Covid-19.

Os leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) já estavam esgotados desde o início do mês. A capacidade das UTI’s privadas era de 99 pacientes, no entanto, há 114 pessoas internadas com sintomas graves nos hospitais privados. De acordo com a SES, os hospitais São Lucas, Primavera, Renascença e Unimed declararam a possibilidade de criar leitos de contingenciamento para admitir pacientes com sintomas graves, até que surjam novas vagas nas UTI’s.

Ao todo, a rede privada de saúde oferta 224 leitos para pacientes com a Covid-19. Nos dados divulgados nesta última quinta-feira, apenas os hospitais Gabriel Soares e Renascença tinham leitos disponíveis, mas em quantidade pequena.

 

Nossa reportagem consultou a Secretaria de Estado da Saúde (SES) para saber como a situação está sendo monitorada, mas não obtivemos retorno.

Públicos

Nos leitos de UTI da rede pública, a ocupação alcançou ontem 68,7%. São 166 leitos ofertados, com 114 deles ocupados. Quando se trata de leitos clínicos, 64% dos 216 leitos já estão ocupados. O Governo vem observando os números, sobretudo nos leitos de UTI, cuja taxa de ocupação será a condicionante para avançar no plano de flexibilização do comércio. A primeira etapa, chamada de fase laranja, só terá início caso a taxa de ocupação de UTI da rede pública esteja abaixo de 70%.




Tópicos Recentes