27/03/2020 as 05:45

"Neurose que não está dando certo", diz Bolsonaro

Bolsonaro disse ainda ter conversado com o ministro da Defesa sobre a produção de cloroquina.

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, sobre as medidas de contenção do novo coronavírus, que "essa neurose de fechar tudo não está dando certo". Segundo o presidente, para "combater um vírus, estão matando o paciente". "Há uma relação direta entre o porcentual de pessoas desempregadas e a violência", disse durante transmissão semanal ao vivo. "Sem grana tu morre de fome, morre de depressão, de suicídio", defendeu Bolsonaro.

O chefe do Executivo voltou a defender a amenização das medidas de isolamento e disse que tem conversado para redirecionar a quarentena para o modelo "vertical", para idosos e portadores de comorbidades. Bolsonaro disse ter conversado com o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, sobre a produção de cloroquina - ainda sem eficácia comprovada para o combate ao novo coronavírus - no Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército (LQFEx) e afirmou que a fabricação "está a todo vapor".

APELOS

O vereador Cabo Didi (sem partido) aproveitou a quarentena para fazer um vídeo com um apelo ao governador do Estado e ao prefeito de Aracaju para que seja feito algo pelos moradores de rua. O parlamentar, em seu desabafo, pediu que sejam adotadas algumas providências para esse pessoal, bem como a paralisação do serviço da empresa Torres. “Precisamos tomar uma providência em benefício dessas pessoas que se encontram nas ruas e que estão à mercê da sorte e necessitam de um abrigo,” comentou. Outra coisa que tem que ser avaliada, é o trabalho da Torres, que faz o serviço de limpeza da nossa cidade e que está sem equipamento adequado de proteção nas ruas. “É necessário que o prefeito e o governador pare esse serviço por uma semana, porque esses trabalhadores precisam de equipamento para se proteger do vírus,” frisou o parlamentar.

MANIFESTAÇÃO

O presidente Jair Bolsonaro concorda em gênero, número e grau. Os governadores, incluindo o de Sergipe, mantêm o isolamento social e a proibição de abertura do comércio. Nesta sexta-feira, 27, às 6h30 da manhã, trabalhadores informais, em especial os ambulantes, farão manifestação. Prometem usar carro de som em ato programado para ser realizado em frente à Caixa Econômica Federal, no Centro de Aracaju. Vão pedir a reabertura do comércio.

AÇOES

O governador Belivaldo Chagas apresentou novas ações de contenção durante o período de pandemia do coronavírus (Covid-19). São medidas da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso) que favorecem diretamente imóveis comerciais e rede hoteleira do estado, em virtude da expressiva queda de turistas no estado.  Com a decisão, o governo altera a forma de cobrança feita pela Deso. Antes era cobrada, aos hotéis e pousadas, uma taxa pelo consumo. A partir de agora, essa cobrança será pelo consumo real. A medida vale por um período de 90 dias e atende a solicitação da Associação Brasileira de Industria e de Hotéis em Sergipe (ABIH/SE).  “O governo do estado vem atender uma demanda da classe hoteleira nesse momento de grande dificuldade. O governador Belivaldo Chagas teve a sensibilidade e ficamos muito felizes porque isso vem ajudar a hotelaria a passar por esse momento tão difícil”, disse José Sales Neto, secretário de Estado da Comunicação e Turismo.

CUNHA

A juíza Gabriela Hardt, da 13ª Vara Federal em Curitiba, decidiu hoje (26) conceder prisão domiciliar temporária ao ex-deputado federal Eduardo Cunha em função da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Pela decisão, Cunha deverá usar tornozeleira eletrônica.  A medida foi autorizada após a defesa do ex-deputado alegar que Cunha é idoso e está internado em um hospital do Rio de Janeiro para tratar de problemas intestinais. Segundo os advogados, o médico que operou o ex-parlamentar fez teste para coronavírus e o resultado foi positivo. Cunha fez o teste para saber se foi infectado e ainda aguarda o resultado. Por tais motivos, a defesa pediu que ele não volte para o presidio. 

VELHA CAP I

O militante do movimento estudantil e dirigente do PSD do município de São Cristóvão, Nélio Miguel, informou que denunciou ao Ministério Público do Estado (MPE) a situação do município diante da crise provocada pela pandemia de Coronavírus. E manifestou sua preocupação com os gastos da prefeitura. Ele lembrou que o MPE recomendou à Deso, Sulgipe e Energisa que não interrompam nesse momento nem o fornecimento de água e energia, mas que no município de São Cristóvão a distribuição de água é de responsabilidade do município através do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), que não foi notificado sobre a recomendação.

VELHA CAP II

“A nossa preocupação é com relação a interrupção do abastecimento de água, ainda mais necessária nesse momento em que precisamos reforçar a higiene como forma de prevenção à contaminação pelo Coronavírus. Temos várias pessoas no município que trabalham de forma autônoma e certamente não terão como pagar conta alguma”, lamentou. Além dessa situação, Nélio pontuou que o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, enviou à Câmara do município um pedido para aumentar os gastos com servidores, ou seja, vai aumentar o número de cargos em comissão. “Enquanto a população mais carente precisa de ajuda, o prefeito que ajudar aos dele. É uma tremenda demonstração da falta de preocupação. Algo que precisa ser denunciado e resolvido”, finalizou.




Tópicos Recentes