POLÍTICA

03/08/2022 as 14:51

Fábio Mitidieri anuncia Zezinho Sobral como pré-candidato a vice-governador em sua chapa

Primeira-dama de Aracaju, Danusa Silva, não aceitou


<?php echo $paginatitulo ?>

O pré-candidato ao governo do Estado pelo PSD, Fábio Mitidieri, anunciou o deputado estadual Zezinho Sobral, do PDT, como vice na chapa que disputará o pleito em outubro. O nome de Zezinho foi escolhido após reunião com o governador Belivaldo Chagas, o prefeito Edvaldo Nogueira e lideranças governistas.

Com a não aceitação de Danusa Silva, o prefeito Edvaldo Nogueira trabalhou para que o PDT indicasse outro nome de seu partido. A definição ocorreu no início da tarde desta quarta-feira, 3. Com isso, a coligação composta pelos partidos PSD, PP, Republicanos, PDT, União Brasil terá a chapa com Fábio Mitidieri para governador, Zezinho Sobral para vice-governador, Laércio Oliveira para senador.

Fábio afirmou que Sobral agrega experiência e conhecimento de gestão à chapa que pretende gerar emprego e combater a fome no estado. Líder do governo na Assembleia Legislativa, o agora pré-candidato a vice já atuou como secretário de Saúde, de  Trabalho, de Inclusão e de Agricultura.

“Não existe pressão para escolher vice porque estamos tratando do futuro de nosso estado. Temos responsabilidade com o projeto que estamos construindo. Não é barganha para enganar eleitor. Zezinho Sobral é um político experiente, líder do governo, foi secretário em várias pastas. Tem muito o que contribuir e estou muito feliz que ele tenha aceitado o convite para fazer Sergipe avançar comigo”, afirmou.

Histórico

Natural de Laranjeiras e filiado ao PDT, Zezinho Sobral é agrônomo, advogado, casado, pai de cinco filhos e avô.

Em 2018, foi candidato pela primeira vez a deputado estadual. Em fevereiro de 2019, na Alese, iniciou o mandato com o foco em debater e solucionar os problemas importantes de Sergipe. Seu foco são as pautas voltadas para a saúde, agricultura, desenvolvimento, educação e turismo sustentável.

Em 2011, foi  diretor presidente da Empresa de Desenvolvimento Sustentável do Estado de Sergipe (Pronese), passou pelas Secretarias de Estado do Trabalho, da Juventude e da Promoção da Igualdade Social (antiga Setrapis), da Agricultura e do Desenvolvimento Rural (Seagri). Foi secretário de Estado do Planejamento e Gestão, e secretário chefe da Casa Civil do governo de Sergipe.

Em janeiro de 2015, foi secretário de Estado da Saúde onde, durante um ano e três meses, contribuiu significativamente para que a saúde pública em Sergipe desse um salto de qualidade na assistência ao usuário do Sistema Único de Saúde (SUS). Em sua gestão, o Samu Sergipe foi considerado o melhor do Brasil.

Em 2017, foi para a Secretaria de Estado da Inclusão e Assistência Social, onde implantou e fortaleceu diversas ações para atender aos anseios da população que mais precisa, ampliando o diálogo com agricultores, cooperativas e associações, em todas as regiões.




Tópicos Recentes