POLÍTICA

21/06/2022 as 15:04

'A disputa ao Senado não deve ser por vaidade ou por interesses pessoais', dispara André Moura

O ex-deputado federal, que disponibiliza seu nome para a pré-candidatura ao Senado, já angariou R$ 3 bilhões para economia do estado


Foto Diógenes<?php echo $paginatitulo ?>

Atualmente filiado ao União Brasil, o ex-deputado federal, André Moura também disponibilizou seu nome para compor a chapa majoritária do governo nestas eleições de 2022. Ele reafirma esse desejo, porém não descarta disputar a vaga para deputado federal.

André Moura foi um dos sergipanos que levou as questões estaduais a nível federal, trazendo cerca de R$2,4 bilhões de reais para o interior e cerca de R$ 500 milhões para a capital. De acordo com ele, em 2022 quase todos que estão com o nome a disposição à disputa do Senado puderam passar no congresso nacional e o eleitor poderá analisar: “Quem mais contribuiu com o futuro de Sergipe, quem mais trouxe recursos para noss estado, quem mais defendeu os interesses dos sergipanos e quem mais colocou o estado em evidência no contexto nacional”, disse o ex-deputado federal André Moura.

Sabendo disso, ele reforça que se candidatar ao Senado tem a ver com o compromisso com Sergipe e com a população, mas garante que caso o seu nome seja preterido ao de Laércio Oliveira (PP) ou até mesmo de Jackson Barreto (MDB), pelo grupo do governador Belivaldo Chagas (PSD) e do seu pré-candidato ao governo Fábio Mitidieri (PSD), irá aceitar com tranquilidade. “Senado não é uma questão de vaidade ou interesse pessoal”, afirma André Moura.


Mariana Gotta


Colunistas


Tópicos Recentes