POLÍTICA

24/05/2022 as 00:00

Mitidieri lança pré-candidatura, governo impõe sua força e oposição silencia

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Este colunista antecipou, recentemente, e alguns setores até contestaram, mas um “filme”, novamente se repete em Sergipe: o cenário apresenta uma oposição determinada e aguerrida, tentando aproveitar ao máximo o desgaste natural de qualquer administração pública; com um detalhe: essa mesma oposição segue “barulhenta”, mas dividida, vaidosa, sem um projeto concreto para o futuro dos sergipanos. As últimas eleições já provaram que dificilmente vão “destronar” os governistas sem um “conjunto de forças”.

Também há algum tempo, este colunista, talvez “calejado” de outras eleições, já percebeu muito “blefe” jogado no cenário político sergipano; bem diferente dos tempos dos duros embates entre grupos liderados por João Alves Filho e Marcelo Déda (in memoriam para ambos). Lá atrás, com a presença desses dois líderes políticos, o “desenho” era mais fácil, o político/eleitor escolhia seu lado e partia para as ruas. Agora aa estratégia mais comum é tentar esconder o jogo, inclusive a candidatura, que de tão “preservada”, finda não indo a lugar algum.

Voltando aos fatos que se repetem, este colunista já alertou que a oposição vem subestimando a base governista, chegando a um precipitado “clima de já ganhou”, bem antes do “jogo começar”. Eis que nessa segunda-feira (23), no Iate Clube de Aracaju, a base aliada lançou oficialmente a pré-candidatura do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) para o governo do Estado e um evento que, por enquanto, representa sim uma demonstração de força, de um agrupamento que sabe bem o momento certo de abraçar um projeto e cair em campo...

O Iate Clube estava tomado, lideranças políticas de todo o Estado, com ou sem mandato, demonstrando apoio para Fábio Mitidieri e, por tabela, para o governador Belivaldo Chagas (PSD). E bastou uma declaração do líder nacional do PSD, Gilberto Kassab, ao jornalista sergipano Max Augusto, para que a política local entrasse de vez em ebulição: Kassab entende que o PT sergipano pode caminhar junto com o PSD, novamente, “mas tudo no seu tempo”, ou seja, se o projeto do Partido dos Trabalhadores não tiver viabilidade, tudo seria possível...

Em síntese, com o lançamento da pré-candidatura de Mitidieri, agora pode-se dizer que, de fato, os governistas vão “arregaçar as mangas” para consolidar este projeto. Por mais criticado que seja, há de se compreender também que o governo conseguiu com este ato impor sua força política. E a oposição, se continuar dividida e barulhenta, vai continuar “assistindo a tudo, em cima do muro”...a política é realmente uma “caixinha de surpresas”, onde um nome, que talvez nem tenha tanto apelo, finda surpreendendo e ganhando musculatura. Será que esse “filme” se repete?

 

Veja essa!

Nacionalmente, o fato político do dia foi o recuo do ex-governador João Dória (PSDB), que lamentou não ter o apoio da cúpula tucana e renunciou a pré-candidatura para a presidência da República. Dória, que tanto falou, que tanto apostou, que tantos espaços na mídia ganhou, e agora foi rejeitado por seu próprio partido...

 

E essa!

Não custa lembrar que, logo no início da campanha de vacinação, João Dória apostou todas as fichas na vacina do Butantã, que talvez fosse o “carro-chefe” de sua candidatura, mas caiu no esquecimento, tornou-se antipático até entre os adversários de Bolsonaro e foi “minado” pelos próprios tucanos. Sai pela porta dos fundos...

 

Abra do olho!

Após os “desastres” de Rodrigo Maia, Alessandro Vieira, Eduardo Leite, Sérgio Moro, João Dória, agora quem parece pronta para entrar na “frigideira” é Simone Tebet. A emedebista, desconhecida do cenário nacional, hoje não tem estrutura e nem condições de entrar no embate polarizado entre Bolsonaro e Lula. Se mantiver a pré-candidatura, pode até surpreender, mas a tendência é que saia “tostada” da disputa...

 

Laércio forte

Este colunista antecipa: muitos imaginavam que o deputado federal Laércio Oliveira (PP), estava fragilizado e seria o “grande derrotado” em 2022. A contestada eleição da Fecomércio, teve muito barulho de setores da imprensa, mas ainda assim Laércio elegeu o sucessor. E, para o Senado, seu nome é o que tem o maior agrupamento apoiando, que tem maior estrutura, e com mais chances de vencer a eleição. Vale observar...

 

Olha a Renascer!

Um (a) advogado (a), que acompanha de perto todos os movimentos realizados pela atual gestão do presidente Wellington Mangueira, afirma que nunca viu tanta hipocrisia e dissimulação, praticadas no órgão e, em tom de decepção, registra que nunca imaginou que um cidadão, que sempre se colocou como defensor da democracia e dos direitos humanos, fosse capaz de usar da perseguição, desrespeito aos direitos constitucionais e, principalmente, descumprimento da transparência.

 

Exclusiva!

Supostamente para penalizar um ex-servidor, montou uma estória onde não foi permitido ao “acusado”, sequer o acesso aos autos para saber do que teria que se defender. E concluiu pela condenação e exoneração do suposto réu. Só não contava que as “partes chamadas” se manifestaram entregando os verdadeiros “esquemas”, como pagamento de terceirizados em espécie (vedado por lei), utilização indevida de veículos públicos, acomodação de apadrinhados em terceirizadas com carga horária incompatível com o que se produz, efetivamente. Mas aí não tem processo administrativo...

 

Bomba!

Concluindo sobre a Fundação, outro ex-servidor conta que também está decepcionado e diz que seu afastamento se deu por supostas irregularidades, sendo que todos os seus atos sempre foram pré-determinados pelo comando da gestão.  E que, até hoje, comenta-se que há um “contador” que supostamente recebia “mesada” de uma empresa para cuidar dos interesses dela dentro do órgão. Há quem diga que esse “prestígio” está relacionado a um famoso clube social de Aracaju. Com a palavra, como sempre, a Fundação Renascer, caso decida se manifestar...

 

Na bronca!

Não chamem para a mesma mesa o prefeito de Aracaju e os agentes de endemias da capital. A categoria, que faz um trabalho de “formiguinha” nas periferias, reclama que Edvaldo Nogueira (PDT) não paga o piso nacional da carreira, que supera os R$ 1.950 e, sem a progressão, a maioria dos servidores recebe pouco mais que R$ 1,5 mil. A informação é que só recebe o valor atualizado quem aciona e ganha judicialmente. É mole?

 

Alô Cumbe!

Está em andamento o processo licitatório em Cumbe, sob a condução da presidente da comissão de licitação, que tem saltado aos olhos do meio empresarial. O desfecho que começará a ser dado a coluna trará nas próximas publicações...

 

Alô Poço Redondo!

Tem chamado a atenção de curiosos e representantes de empresas que participam de licitação nesse município, a habilidade que a comissão de licitação desclassifica empresas e declara vencedora a última colocada (maior preço), inclusive com valor beirando o teto máximo permissível na licitação! Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos...

 

Orçamento secreto

A coluna tomou conhecimento que uma prefeitura sergipana, distante de Aracaju, teria sido contemplada com recursos do Orçamento Secreto da União. Até aí, nada de anormal! O que chama a atenção é que foi um senador do Tocantins quem teria feito a indicação. Tomara que, pelo menos, a obra saia do papel...

 

Aquidabã, Aquidabã...

Fornecedores do município estão à beira do colapso! Não é mais novidade onde se chega nos quatro cantos do Estado, a insatisfação de fornecedores do município de Aquidabã, por conta das exigências a serem cumpridas, para fazerem jus a seus pagamentos! Revoltados, muitos prometem gritar; já outros não veem a hora de atender às solicitações estabelecidas para buscarem outros locais para desenvolverem suas atividades...

 

André Moura I

Foi aprovado no plenário do Senado um projeto que estende a todo o território nacional a validade da carteira profissional de radialista como prova de identidade. O Projeto de Lei teve origem na Câmara dos Deputados e foi de autoria do então deputado federal André Moura.

 

André Moura II

“A ação representa uma conquista histórica para a categoria dos radialistas profissionais de todo o país. Como radialista e enquanto deputado, atendemos ao anseio da categoria, apresentamos o projeto, trabalhamos e conseguimos sua aprovação na Casa. Fico feliz em ver que o Senado deu continuidade ao nosso trabalho, aprovando o projeto nesta quarta”, comemora André Moura.

 

André Moura III

O modelo da carteira deverá ser aprovado pela Federação da categoria, trazendo a inscrição “válida em todo o território nacional”. A carteira deverá ser emitida pelo sindicato da categoria e, onde não houver sindicato, pela Federação credenciada e registrada no Ministério do Trabalho e Previdência. O profissional que não for sindicalizado também tem direito de receber a carteira de radialista, desde que seja habilitado e registrado no órgão regional do Ministério do Trabalho e Previdência. A medida agora segue para sanção do presidente Jair Bolsonaro.

 

Gustinho Ribeiro I

Durante a visita da comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro, para inauguração de trecho de 40 quilômetros da BR 101 em Sergipe, o deputado federal Gustinho Ribeiro solicitou ao ministro da Infraestrutura, Marcelo Sampaio, a duplicação da BR 101 Sul, de Estância até Cristinápolis. 

 

Gustinho Ribeiro II

O deputado federal Gustinho Ribeiro afirma que conversou com o ministro no avião e fez essa solicitação. “Tive a oportunidade de dialogar com o ministro sobre algumas necessidades de Sergipe e pedi que seja feita a duplicação da BR 101 trecho Sul”, disse. O parlamentar sergipano lembra ainda que já agendou com Marcelo Sampaio uma reunião no Ministério da Infraestrutura para que o deputado possa apresentar ao Governo Federal a importância da duplicação para Sergipe.

 

Gustinho Ribeiro III

A duplicação da BR 101 Sul será importante para o desenvolvimento econômico das cidades de Estância, Santa Luzia do Itanhy, Indiaroba, Umbaúba, Tomar do Geru e Cristinápolis. A obra irá alavancar ainda o Turismo da região Sul de Sergipe e o escoamento da produção agrícola. “Vamos levar até o ministro a importância de que a BR 101 Sul, de Estância até a divisa com a Bahia, seja duplicada e a obra seja prioridade do governo. Essa estrada é muito importante para Sergipe e para o desenvolvimento econômico e turístico do nosso estado”, destacou Gustinho.

 

Gracinha Garcez I

A deputada estadual, Gracinha Garcez, declarou apoio à aprovação do Projeto de Lei n° 288/2021, que visa instituir o Piso Salarial do Assistente Social em Sergipe. Para ela, a medida é vital para dignificar a profissão e fortalecer as políticas sociais.  “Valorizar e dar dignidade a esses profissionais contribui diretamente para a coordenação e execução de planos, programas e projetos que viabilizem os direitos da população e seu acesso às políticas sociais, como saúde, educação, moradia, etc. A categoria tem meu total apoio”, diz. 

 

Gracinha Garcez II

O PL n° 288/2021 foi assunto das palestras ministradas, na Sessão Plenária da Assembleia Legislativa, pela presidente da Federação dos Servidores Públicos Municipais do Estado de Sergipe, Itanamara Guedes, e pelo coordenador geral do Sindicato dos Assistes Sociais de Sergipe, Ygor Machado. A atuação dos assistentes sociais em Sergipe foi destacada na explanação de Ygor Machado. ”Há profissionais atuando na saúde, na política de assistência social nos 75 municípios de Sergipe, nas mais diversas vulnerabilidades da população tentando viabilizar direitos”, explicou.

 

Olha o Cidadania!

Representantes do diretório estadual do partido Cidadania em Sergipe estiveram reunidos para debater a conjuntura política estadual e definir os caminhos da legenda na próxima disputa eleitoral. De acordo com o presidente estadual do Cidadania, Georgeo Passos, o grupo decidiu indicar o nome para compor a chapa como pré-candidato a vice-governador, na composição com o pré-candidato ao governo de Sergipe, o senador Alessandro Vieira (PSDB).

 

Em breve

“O Cidadania é um partido destemido, somos uma oposição combatente, temos três deputados, vários vereadores eleitos, temos força e legitimidade para indicar o pré-candidato a vice-governador na composição com o senador Alessandro Vieira, pré-candidato ao governo. Hoje definimos que vamos indicar o nome na chapa majoritária e esse nome será divulgado em breve", garantiu Georgeo Passos.

 

Dia 30

A Federação Cidadania/PSDB planeja realizar o lançamento oficial da pré-candidatura do senador Alessandro Vieira e do pré-candidato a vice-governador na próxima segunda-feira (30), em local a ser definido. Participaram da reunião os deputados Georgeo Passos e Samuel Carvalho, os vereadores Ricardo Marques e Sheyla Galba, o empresário Milton Andrade, bem como outros filiados do Cidadania, além da presidente do Podemos em Sergipe, Danielle Garcia. O senador Alessandro Vieira não compareceu presencialmente pois testou positivo para Covid-19.

 

Goretti Reis I

A presidente da Comissão de Saúde, Higiene, Assistência e Previdência Social da Alese, deputada estadual Goretti Reis (PSD) realizará no dia 25, às 10 horas, na Sala das Comissões da Assembleia Legislativa de Sergipe, reunião com representantes de órgãos como as secretarias estadual e municipal de Saúde, Ministério Público, Universidade Federal e Hospitais Santa Isabel e Universitário para discutirem a implementação e o fortalecimento de política pública materno infantil no Estado de Sergipe.  

 

Goretti Reis II

“Precisamos, através do diálogo, com os setores envolvidos, encontrar estratégias para dar continuidade e ampliar as ações que estão sendo desenvolvidas na atenção obstétrica e neonatal nos Estabelecimentos Assistenciais de Saúde (EAS), da rede de serviços do Estado.  Vamos juntos buscar novas alternativas de atuação, para a assistência ao parto e discutir propostas estruturantes que garantam a ampliação do acesso, produzindo consenso que construam um SUS vivo e viável para toda a gestão.  A falta da contratualização com o Hospital Universitário tem dificultado a implementação de novos serviços no Estado”, finalizou a parlamentar.   

 

Agrese I

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Agrese), por meio da Ouvidora, participou do XIX Encontro Nacional dos ouvidores do Setor Elétrico (ENOSE) e IV Prêmio ANEEL de Ouvidoria, promovidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em Natal – RN, que aconteceu entre os dias 18 à 20 de maio, em Natal – RN.

 

Agrese II

O encontro teve como objetivo a troca de experiências e a discussão de temas de interesse entre os profissionais que atuam no registro e tratamento das solicitações de consumidores, trazendo a oportunidade de nivelamento dos conceitos e conhecimentos das melhores práticas de Ouvidoria do setor elétrico, que é de suma importância para todas as distribuidoras, quanto para as ouvidorias estaduais conveniadas.

 

Prêmio

Na abertura do XIX ENOSE, também ocorreu a cerimônia de entrega do Prêmio ANEEL de Ouvidoria, criado com o objetivo de incentivar a melhoria contínua do tratamento de reclamações pelas distribuidoras, reconhecer as Ouvidorias que trataram de maneira adequada as manifestações dos seus consumidores e, contribuir para o fortalecimento do setor como um agente de mudança e aperfeiçoamento de processos dentro das distribuidoras.

 

TCE I

Durante agenda de compromissos em Brasília (DF), o presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE), conselheiro Flávio Conceição, acompanhado do conselheiro Carlos Pinna de Assis, foram recebidos pelo presidente da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), Cezar Miola, e pelo vice-presidente Executivo, Edilson de Sousa Silva.

 

TCE II

Na oportunidade os conselheiros conversaram sobre a realização do Encontro Nacional dos Tribunais de Contas que será realizado de 16 a 18 de novembro deste ano, em Aracaju, cuja candidatura foi idealizada pelo conselheiro Flávio Conceição e apresentada presencialmente pelo conselheiro substituto Rafael Fonsêca, que compõe a diretoria da Atricon e será o coordenador científico do evento. 

 

Ministros confirmados

Por intermédio dos membros da Atricon, foram convidados e confirmados, essa semana, em Brasília, como palestrantes do evento sediado em Sergipe, no final do ano, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux; além dos ministros do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas e Antônio Anastasia. Outras representações do Controle Externo já foram convidadas e devem ser confirmadas em breve.

 

Flávio Conceição

“Diante da importância deste evento para o nosso Tribunal de Contas, para o Estado de Sergipe e para a nossa capital Aracaju, montamos uma força-tarefa em Brasília e contamos com o apoio imprescindível da Atricon, através do seu presidente Miola e do vice Edílson para intermediar esses convites. Estamos alinhados com a Associação para a elaboração da programação deste evento, estamos concentrados em buscar palestrantes com vasto conhecimento e desejamos realizar o melhor Encontro possível para todos os participantes”, destaca o presidente Flávio Conceição.

 

Carlos Pinna

Único sergipano a presidir a Atricon - entre os anos de 2002 e 2005 -, o conselheiro Carlos Pinna, que será o coordenador geral do evento, celebrou os primeiros confirmados para palestrarem no Encontro Nacional de novembro. “Como bem projetou o nosso presidente Flávio, Aracaju vai se transformar na Capital do Controle Externo em novembro. Nomes como Luiz Fux, Bruno Dantas e Antônio Anastasia demonstram o prestígio da Atricon e do nosso TCE/SE, além de uma grande oportunidade de integração entre as Cortes de Contas do País inteiro”.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 

 


Colunistas


Tópicos Recentes