POLÍTICA

22/07/2021 as 20:17

Possível fusão de partidos em BSB não geraria dificuldades em Sergipe

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Diante de tantas “narrativas repetidas” e muitas especulações, eis que um “rumor” em Brasília (DF), pode mudar (e movimentar) o cenário político em vários Estados, e em Sergipe não vai ser diferente: a possibilidade de uma fusão entre o PSL, os Democratas e os Progressistas. É bem verdade que, como “plano de fundo”, todos olhares se voltam para a eleição presidencial de 2022. A ideia de quem defende a fusão é fortalecer ainda mais o “Centrão” no Congresso Nacional, formando só aí o maior partido do Brasil.

 

Do ponto de vista do quantitativo de partidos políticos, para este colunista essa fusão seria bastante positiva, porque ao contrário de aumentar o número de legendas, estaria verdadeiramente diminuindo e concentrando algumas siglas em apenas uma. Sem contar, também, que além do PSL, PP e DEM, quando da concretização, outros partidos poderiam aderir, poderiam somar. O “Centrão” seria ainda mais “valioso” para quem almeja disputar a presidência da República, ainda mais em um cenário tão polarizado como o atual.

 

Trazendo essa discussão para Sergipe, não custa registrar que o presidente estadual dos Progressistas é o deputado federal Laércio Oliveira, que tanto pode disputar a reeleição, como também não descarta concorrer ao comando do governo do Estado. Por sua vez, apesar de não ser o presidente estadual, o ex-deputado André Moura comanda politicamente o PSL no Estado, lembrando que ele tanto pode disputar um retorno para a Câmara dos Deputados, como também seria o virtual pré-candidato a senador pela base governista.

 

O caso mais “complexo” dessa fusão aqui em Sergipe é o DEM, que vem sendo comandado pela senadora licenciada Maria do Carmo Alves – que não pretende mais disputar mandatos eletivos – e pelo ex-deputado José Carlos Machado que estuda tentar uma cadeira no Congresso Nacional. Em síntese, na leitura deste colunista, não haveria maior dificuldade de um entendimento amplo entre os líderes aqui no Estado, caso a fusão se concretize. Pelo menos, do ponto de vista ideológico, não existe qualquer “ruptura” entre as partes.

 

Laércio Oliveira se mantém sólido na base de apoio do governador Belivaldo Chagas, que se mantém em “lua de mel” com André Moura, como também, já existe uma sinalização positiva para uma composição com os Democratas para 2022. Como este colunista sempre diz, a disputa presidencial não define a eleição em Sergipe, mas ela condiciona a “escalação dos times em campo”. Há quem faça restrição à fusão. Se a legislação eleitoral não mudar (e tomara que não mude), muitas “legendas de aluguel” podem passar a definhar…

 

Veja essa!

Dando muito o que falar o caso do servidor da Prefeitura de Aracaju que, supostamente, transferia valores do Fundo Municipal da Saúde para sua conta pessoal. O caso veio a público graças a coragem do vereador Ricardo Marques (Cidadania) que “botou a boca no trombone” e já requereu informações na Câmara Municipal.

 

E essa!

O problema, para um vereador atuante como Ricardo Marques, é a lentidão da “interminável” obra de reforma da Câmara Municipal de Aracaju (que pretende ainda construir um novo prédio) e a omissão da maioria dos parlamentares que estão na bancada do prefeito e, simplesmente, silenciam para os problemas da cidade.

 

Ricardo Marques I

O vereador busca informações sobre todo o processo administrativo, quantas transferências foram feitas e valores de cada uma, como ele teve acesso a conta do Fundo Municipal de Saúde, quais eram suas atribuições e permissões.

 

Ricardo Marques II

Fiz esse requerimento para obter mais informações sobre esse caso, já que no diário oficial não tem detalhes. Se realmente aconteceu essa transferência de valores para a conta pessoal do servidor, é algo muito sério. Eu quero saber quanto foi transferido, se isso vinha acontecendo com frequência, quando a prefeitura identificou o problema que ocasionou essa investigação e o que foi feito para evitar que isso ocorra novamente”, cobra o vereador.

 

Coisas estranhas

Não é de agora que este colunista, vez ou outra, aponta problemas internos na Secretaria de Saúde de Aracaju. São “coisas estranhas” e “apadrinhamentos” que ocorrem desde a gestão anterior do prefeito Edvaldo Nogueira. Por lá, é comentário antigo de “secretário de fato e de direito”. Sem contar que a Pasta também é alvo de investigações ainda sobre o Hospital de Campanha, construído em 2020, sem um leito de UTI, e desmontado bem antes do fim da pandemia.

 

Puxadinho da PMA

Alguns vereadores de Aracaju não gostam (uns deles estão certíssimos em não gostar) quando este colunista “batiza” aquele parlamento de “puxadinho da PMA”. Não apenas por força da legislação, a população “deu o troco” em 2020, renovando em mais de 63% os parlamentares. Mas, infelizmente, a “sistemática” segue a mesma…

 

Outro lado I

Para justificar, a PMA explica o afastamento do servidor dizendo que “todo o processo está seguindo os princípios constitucionais da administração pública e a SMS garante que tomou tempestivamente todas as ações necessárias para a correta investigação dos fatos, incluindo prévio afastamento do servidor e, posteriormente, obrigando-o a devolver em sua totalidade os supostos valores desviados, caso seja confirmado o desvio após o término do processo”.

 

Outro lado II

A decisão teve o parecer da Procuradoria-Geral do Município e, com fundamento no art. 167, da Lei Complementar Municipal nº 153/2016. Sobre a nomenclatura do Cargo ‘Auxiliar de Gabinete’, a gestão informa que, por questão legal, todos os CC’s da SMS possuem essa mesma denominação, e que o servidor em questão não esteve lotado no gabinete da secretária durante esta gestão. Em consonância com a informação oficialmente publicada, a Secretaria Municipal da Saúde repele qualquer tipo de ilação ou tentativa de aproveitamento político do fato e dará prosseguimento ao processo conforme a lei”, feito o registro. É aguardar essa apuração, sentado…

 

Defensores dos animais I

Quando a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) se excedeu, diga-se de passagem, na abordagem policial recente no município de Simão Dias, para denunciar os maus tratos de uma senhora contra um animal, setores da imprensa, da classe política e até “a fábrica de fake news” do Estado se mobilizaram para não apenas repudiar, mas também “massacrar” a parlamentar, que é reconhecidamente muito atuante na defesa da causa animal.

 

Defensores dos animais II

O argumento para os críticos de Kitty Lima era que “um erro não justifica outro”, que se a mulher cometeu maus tratos contra o animal, a parlamentar também teria agido com grosseria na abordagem. Em um vídeo agora, Kitty se manifesta, reconhece o excesso, reforça sua luta e de seu mandato, mas traz um fato novo: uma nova denúncia de agressão. A senhora de Simão Dias, recebeu outro animal de doação, mas teria sido flagrada agindo indevidamente de novo…

 

Defensores dos animais III

Essa semana a Polícia Civil recebeu novas denúncias de maus tratos e retornou à casa da senhora em questão e os policiais constataram novos registros de violência contra o animal doado. Autuada, a cidadã poderá responder pelas agressões na Delegacia de Proteção aos Animais e o cavalo, já debilitado, foi recolhido. Kitty Lima, sabe que errou, mas vai seguir a caminhada dela na defesa da causa, mas e quanto aos “defensores dos animais”? Onde estão eles? Sumiram ou a defesa anterior era apenas por questões políticas? Eis a questão…

 

Fábio Henrique I

A Caixa Econômica Federal está passando por um processo de expansão, com implantação de agências em vários estados; mas Sergipe não havia sido contemplado. Por conta da atuação do deputado federal Fábio Henrique (PDT) a presidência da Caixa comunicou a abertura de uma agência comercial em Aquidabã e outra de agronegócios em Itabaiana.

 

Fábio Henrique II

Tive a informação de que a Caixa pretendia abrir mais 75 unidades no país, entre 55 agências e 20 filiais especializadas em agronegócio, e que esta expansão possui 36 agências para o Nordeste. Isso deve gerar mais de 1.500 empregos no país ainda em 2021. Porém, Sergipe não seria contemplado com nenhuma dessas agências”, detalhou o deputado Fábio Henrique.

 

Fábio Henrique III

No dia 27 de abril, o deputado federal Fábio Henrique (PDT/SE) solicitou ao Ministério da Economia a abertura de novas agências da Caixa Econômica no estado de Sergipe, além da contratação dos aprovados no Concurso de 2014. O requerimento de número 537/2021 foi protocolado na Presidência da Câmara Federal, para aprovação da Mesa Diretora. Já no dia 08 de julho, Fábio Henrique fez nova cobrança na tribuna da Câmara Federal, reforçando a necessidade de agências para o agronegócio.

 

Fomento da economia

Para o deputado, as agências da Caixa reforçam o atendimento ao público, fomentam a economia, gera emprego e renda a centenas de famílias, em especial durante os tempos de pandemia. Fábio Henrique destacou que, para a implantação das novas agências e para suprir a necessidade de funcionários na Caixa, existem mais de 200 aprovados em Sergipe do Concurso da Caixa de 2014. “Eles encontram-se aptos para convocação imediata, concurso este ainda em vigor por conta de decisão da Justiça do Trabalho”, explicou o deputado.

 

Laércio Oliveira I

Quem também vibrou com a notícia foi o deputado Laércio Oliveira (PP), que luta pela defesa dos aprovados do concurso da Caixa Econômica Federal de 2014 e também pela inclusão de Sergipe no roteiro de expansão do banco. Após uma solicitação para que o presidente da Caixa avaliasse o pleito da reposição de 103 funcionários que foram desligados e as vagas não haviam sido preenchidas, duas novas agências foram anunciadas para Sergipe dentro do projeto de ampliação da rede, e com isso a contratação de novos trabalhadores.

 

Laércio Oliveira II

Laércio recebeu a representante da Comissão dos Aprovados no concurso Caixa, Maria do Carmo Silva B. Alves, e se comprometeu em ajudar para que uma solução fosse encontrada. Como as gestões passadas não provisionaram as contratações dentro do orçamento anual, o Ministério Público Federal (MPF) impetrou uma ação civil pública postergando a validade do certame e também impedindo a realização de novos concursos públicos, até que fosse regularizada a situação. Ao todo, serão abertas 268 novas agências em todo país, sendo 100 destinadas para o agronegócio.

 

Laércio Oliveira III

Com as informações recebidas da comissão, nós pedimos ao presidente da Caixa que avaliasse a situação aqui de Sergipe e recebemos a excelente notícia que duas novas agências foram autorizadas, uma comercial na cidade de Aquidabã, que era bastante carente e não tinha a presença da Caixa na cidade, e outra para o agronegócio em Itabaiana, a primeira do Estado, e será instalada em uma região fortíssima nesse ramo. Isso vai impulsionar a nossa economia e o desenvolvimento do Estado, gerando emprego e renda para população através do crédito’, disse Laércio.

 

Aprovados convocados

O deputado lembrou que para colocar estas novas agências em funcionamento, a Caixa Econômica irá contratar novos trabalhadores e com isso resolverá definitivamente a situação da convocação dos aprovados no último concurso. “Dessa forma, estará sendo feira justiça com estes homens e mulheres que se dedicaram aos estudos para passar no concurso. Acaba a angústia e a espera de anos pelo tão sonhado emprego”, afirma o parlamentar.

 

Machado & Garibalde I

O presidente estadual do Democratas em Sergipe, ex-deputado federal José Carlos Machado, reuniu-se, no escritório do deputado estadual Garibalde Mendonça. A conversa girou em torno da eleição que ocorrerá no próximo ano. Para Machado o momento ainda é de muita incerteza, considerando que está em discussão no Congresso Nacional uma possível reforma eleitoral, o que servirá de base para as decisões dos pretendentes aos cargos eletivos do próximo pleito.

 

Machado & Garibalde II

Na oportunidade, Machado reitero o convite pra ele ingressar no DEM. “Conversamos sobre a política nacional e estadual. Reuniões como esta, nos motivam a continuar trabalhando forte em prol dos municípios do estado de Sergipe”, frisou. Por fim, Machado elogiou o desemprenho do vereador Breno Garibalde na Câmara Municipal de Aracaju. “Este trabalho que o Breno já realiza aqui em Aracaju consta no rol das propostas que defendeu durante a campanha eleitoral”.

 

Caixa x Seguro Dpvat I

Já é de conhecimento público que a Caixa Econômica Federal está recebendo as solicitações do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (Dpvat). A ideia era disponibilizar o aplicativo Caixa Dpvat tornando todas as operações 100% digitais. A propaganda promete muita facilidade e velocidade no atendimento ao público, mas, na prática, a realidade tem sido bastante diferente.

 

Caixa x Seguro Dpvat II

Desde que a mudança se concretizou, todos os sinistros ocorridos desde 1º de janeiro deste ano devem ser resolvidos junto à Caixa Econômica, mas os parentes e vítimas de acidentes de trânsito acumulam reclamações pela demora para terem acesso ao Dpvat. É quase uma “via-crúcis” para ser contemplado com o benefício.

 

Caixa x Seguro Dpvat III

A verdade é que a Caixa Econômica Federal não estava preparada para atender a essa demanda, sem contar que seus funcionários não têm o devido conhecimento para agilizarem toda a tramitação desses seguros, e muita gente que precisa benefício, que é um direito, diga-se de passagem, continua esperando por longos meses.

 

ACERT REGULADORA I

Para quem está enfrentando esse “drama” para ter acesso ao seguro Dpvat e outras indenizações, a Acert Reguladora, uma empresa com expertise no levantamento e regulação de documentos para indenização e benefícios, tem atuado como grande facilitadora, auxiliando muitas famílias a encontrarem uma solução para este problema.

 

ACERT REGULADORA II

Com um corpo técnico especializado e com anos de experiência no mercado, a Acert Reguladora atua buscando minimizar o sofrimento das famílias, em momentos de dificuldade, emocional e financeira. Maiores informações sobre o acesso aos benefícios, dúvidas e questionamentos em geral, o contato é no (79) 9191-4028 (whastsApp).

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes