POLÍTICA

23/06/2022 as 12:42

Laércio trabalha para a construção do Canal Xingó que garante abastecimento para 3 milhões de pessoas


<?php echo $paginatitulo ?>

O deputado federal Laércio Oliveira teve duas agendas nesta quarta-feira, 22, para tratar sobre a construção do Canal Xingó. A primeira com o presidente da Codevasf Marcelo Moreira e a segunda com o ministro do Desenvolvimento Regional Daniel de Oliveira. Na segunda reunião, participaram também os deputados federais Fábio Mitidieri e Bosco Costa que declararam que a bancada de Sergipe tem interesse de destinar emenda para ajudar na execução da obra. “Temos que unir forças em torno dessa importante obra que significa segurança hídrica para os sergipanos, em especial o sertanejo que sofre tanto com a seca”, afirmou Laércio.

A obra já foi licitada e o governo federal destinou os R$ 10 milhões iniciais para a sua execução. “Será ampliada a oferta de água, promovendo o desenvolvimento econômico associado a atividades produtivas em ramos como agropecuária e agroindústria”, afirmou o ministro.

“A água será captada no reservatório da Usina Hidrelétrica de Paulo Afonso IV e poderá ser utilizada para abastecimento humano, atividades agropecuárias e agroindustriais. É muito importante para os sergipanos porque vai servir para abastecimento de casas e ajudar o homem do campo produção irrigada de alimentos e geração de riqueza”, afirmou o ministro Daniel.

A obra será executada pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), instituição vinculada ao MDR, e atenderá as cidades de Paulo Afonso e Santa Brígida, na Bahia, e Canindé do São Francisco, Poço Redondo, Porto da Folha, Monte Alegre de Sergipe e Nossa Senhora da Glória, em Sergipe.

A fase I vai da captação até o Reservatório 5 (Capela), no município de Poço Redondo; a fase II sai do Reservatório 5 e vai até o Reservatório 8, no município de Porto da Folha; a fase III vai do reservatório 8 ao reservatório 11, no município de Monte Alegre, e a fase IV começa no reservatório 11 e segue até o reservatório 12, no fim do canal, no município de Nossa Senhora da Glória.

Essa obra faz parte de uma série de ações do MDR e entregas de obras de infraestrutura hídrica, preservação e recuperação de nascentes e cursos d’água, saneamento, irrigação, apoio ao setor produtivo e aos municípios, além de mudanças normativas que vão revolucionar a maneira como o brasileiro se relaciona com a água.




Tópicos Recentes