POLÍTICA

23/04/2021 as 14:31

Aliança entre Mitidieri, Belivaldo e André Moura está quase consolidada

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Durante entrevista na SIM FM de Carmópolis, nessa quinta-feira (22), para o radialista George Magalhães, o pré-candidato a governador, deputado federal Fábio Mitidieri (PSD), fazia a defesa de um projeto de lei de sua autoria, quando foi questionado por um ouvinte sobre uma possível aproximação de seu agrupamento com o do ex-deputado federal André Moura. Na oportunidade Mitidieri não “titubeou” em sinalizar para a possibilidade de uma aliança de olho nas eleições de 2022.

 

Fábio Mitidieri pontuou que André Moura tem conversado bastante com diversas correntes políticas no Estado, inclusive com o senador Rogério Carvalho (PT), que também deve disputar o governo, mesmo sem o apoio do agrupamento liderado pelo “galeguinho” Belivaldo Chagas (PSD). Mitidieri enfatizou ainda que Moura precisa construir dentro do seu grupo uma pré-candidatura para deputado federal ou para senador, mas deixou claro que não existe qualquer impedimento por parte do governo.

 

Analisando o cenário político de Sergipe, dos últimos anos, e diante de uma oposição “vaidosa” e que não se une, considerando ainda a liderança de Mitidieri e André, além do próprio governador, sobre mais de 80% dos prefeitos sergipanos, fica difícil compreender outro cenário que não seja de “favoritismo” para a continuidade do projeto governista nas eleições do próximo ano. Este colunista não está aqui para defender “A” ou “B”, mas para externar que essa é uma constatação, uma realidade...

 

Com a chegada de André Moura na base do governo Belivaldo Chagas, a oposição em Sergipe tende a ficar com o Cidadania do senador Alessandro Vieira ainda mais isolado. A grande questão é saber se o Partido dos Trabalhadores terá coragem de entregar os cargos e secretarias que possui na estrutura do governo para apresentar uma candidatura própria, mesmo com o apoio do presidenciável Luiz Inácio Lula Silva (PT). A eleição nacional, historicamente, pode até influenciar, mas não decide os pleitos em Sergipe.

 

Ainda na entrevista a George Magalhães, Mitidieri explicou que as divergências que construiu com André Moura sempre foram “localizadas”, em alguns municípios onde eles tinham candidatos próprios para prefeito, mas que em muitos outros já sobem no mesmo palanque. Fábio disse que não tem nada contra André e que para um entendimento ser formalizado basta apenas o “sentar em uma mesa” e dialogar, lembrando que no 2º turno de 2018, o grupo de André já votou com Belivaldo.

 

Em síntese, Fábio Mitidieri deixou bem claro na entrevista que já enxerga André Moura e seu agrupamento como já compondo a base do governo do Estado e distante da oposição. Para o deputado e para este colunista, o que falta para esta aliança entre ele, Belivaldo e André é apenas uma formalização dentro de um amplo diálogo com a base governista, ou seja, se vai para deputado ou para o senador, o certo é que é uma questão de tempo para esta composição, quase que consolidada, se tornar real...

 

Veja essa!

Em entrevista para a SIM FM de Carmópolis, nessa quinta-feira (22), para o radialista George Magalhães, o pré-candidato a governador, deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) praticamente confirmou que o agrupamento do ex-deputado federal André Moura está na base do governo Belivaldo Chagas (PSD).

 

E essa!

Mitidieri lembrou que, no 2º turno de 2018, o grupo de André já votou a favor da reeleição do governador. Para ele, falta apenas “sentar à mesa” e dialogar com o grupo para formalizar essa aliança. “Não vejo nenhum impedimento vindo do governo para essa composição”.

 

Câmara ou Senado

Ainda na entrevista Fábio Mitidieri disse que a construção depende apenas de André Moura se será candidato a deputado federal ou a senador no próximo ano. André, Mitidieri e Belivaldo lideram mais de 85% dos prefeitos sergipanos.

 

Bomba!

Tem um “megaempresário sergipano” que não pensa em outra coisa que não seja a pré-candidatura do senador Rogério Carvalho (PT) para o governo em 2022. Nos bastidores a informação é que pretende investir alto para ajudar o petista a chegar ao comando do Estado.

 

Exclusiva!

O que chama a atenção nas rodas políticas é que esse “megaempresário” sempre tem excelente relação com os “governadores de plantão” e, para apoiar Rogério Carvalho, estaria disposto a contrariar tudo e todos, mesmo se o petista não for o pré-candidato da base aliada. Eita Sergipe pequeno...

 

João Alves Filho

“É um momento muito importante e que honra a memória do ex-governador João Alves Filho que, de onde estiver, tenho certeza, está muito alegre, pois o Canal de Xingó foi algo idealizado por ele como instrumento para reduzir o sofrimento, especialmente, dos sertanejos que enfrentam, além da fome, o flagelo da seca”. A fala é da senadora Maria do Carmo Alves (DEM) ao participar, nesta sexta-feira (23), da assinatura da ordem de serviço para elaboração do projeto executivo de trecho do Canal de Xingó.

 

Maria do Carmo I

Em uma das emendas ao Orçamento Geral da União (OGU) deste ano, ela disponibilizou R$ 3,745 milhões para a elaboração do projeto, que terá um investimento total de R$ 5,9 milhões. “É a nossa contribuição para esse projeto que é tão grandioso e importante para os nossos irmãos nordestinos”, disse, ao explicar que essa primeira fase, serão contemplados 50 quilômetros do canal, correspondentes ao primeiro lote da obra, que será dividida em duas partes e tem extensão total de 114 km, com captação no Reservatório de Paulo Afonso IV e chegando até o antigo Reservatório R-5, em Poço Redondo.

 

Maria do Carmo II

Para Maria do Carmo, além da devida distribuição de água, o Canal de Xingó representa desenvolvimento para todo o sertão e, naturalmente, importante impacto para a economia, não só do nosso Estado. É uma região destacada por ter uma rica cadeia produtiva, mas ainda muito sofrida e esquecida. Essa obra é muito significativa para nós sergipanos, nordestinos e sertanejos”.

 

Solenidade

A solenidade restrita em decorrência da pandemia, aconteceu na sede da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) e contou com a presença do ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, o diretor-presidente da Codevasf, Marcelo Moreira, e o superintendente regional da Codevasf em Sergipe, Marcos Alves Filho.

 

O projeto

Ao todo o projeto terá extensão de aproximadamente 300 km e será dividido em quatro fases. A primeira delas permitirá usos múltiplos da água nos municípios de Paulo Afonso e Santa Brígida, no Estado da Bahia, e Canindé do São Francisco e Poço Redondo, em Sergipe, beneficiando diretamente cerca de três milhões de pessoas. 

 

Fábio Mitidieri

“O canal de Xingó é um sonho antigo dos sertanejos sergipanos. Através dele poderemos desenvolver a região levando agricultura irrigada e aumentando a produtividade das safras agrícolas. Hoje estamos dando mais um passo na busca desse sonho com a assinatura do projeto executivo”, disse o deputado Fábio Mitidieri.

 

Rogério Marinho I

“Quando assumi esse Ministério recebi a missão de abraçar o Nordeste, ou seja, tornar concretas as intenções de emancipar essa região, permitindo que a gente enfrente problemas históricos de desigualdade com programas estruturantes e não apenas com ações paliativas. Sabemos que a fome não espera, ela é urgente por isso a necessidade desses programas”, disse o ministro.

 

Rogério Marinho II

“Estamos aqui para dizer a Sergipe do compromisso que temos com esse estado. Não adianta a retórica do discurso sem a concretude do gesto. Uma obra desse porte é mais de R$ 1,3 bilhão. É necessário um projeto executivo que permita que a obra se ponha de pé e o que estamos fazendo agora é dar o primeiro passo. Aí está o projeto executivo, aí está a empresa contratada, aí está o horizonte temporal que é o mês de outubro, que vai garantir a licitação da obra física, que vai permitir a primeira etapa”, garantiu o ministro Rogério Marinho.

 

Emília Corrêa I

Pegando como exemplo a análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, em parceria do Núcleo de Informações Econômicas da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), baseada  nos dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, em discurso, a vereadora Emília Corrêa (Patriota) externou sua preocupação com o alto índice de desemprego.

 

Emília Corrêa II

“Em termos relativos, houve aumento de 25,5% no quantitativo de requerentes de seguro-desemprego se compararmos com março do ano passado, quando foram registradas 3.333 solicitações. Já neste ano, somente na segunda quinzena do mesmo mês, foram  2.272 trabalhadores que deram entrada no seguro. Com os valores da segunda quinzena, março totalizou 4.183 requerimentos. São dados assustadores. Lamentável”, declarou.

 

Ajuda bem-vinda

Ao se referir ao auxílio municipal e suspensão de impostos anunciando pelo prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), para reduzir os efeitos sociais e econômicos causados pela pandemia, a vereadora ressaltou que, embora tardia, toda ajuda é bem-vinda e relembrou que esse era um pleito que defendeu desde o início da pandemia.

 

Justiça tardia

“É como diz o ditado; justiça tardia, não é justiça porque muita gente já sofreu com essa demora. Que toda ajuda é bem-vinda, isso é inquestionável, mas todos esses pleitos eu já venho falando e defendendo lá no início que, por coincidentemente, também era com a atual gestão à frente do Executivo. Quantos empregos não teriam sido mantidos se essa iniciativa já não estivesse em vigor há mais de um ano?”, questionou.

 

ADI

Emília fez questão de mencionar a Ação de Inconstitucionalidade (ADI) e cobranças de tributos (IPTU e TLF) prazo de 90 dias, movida pelo Patriota, também no ano passado. “Nós ganhamos na justiça. Mas o prefeito, com toda sua insensibilidade, recorreu. E os recursos federais, que foram muitos, diga-se de passagem, chegando. Fico feliz com essa iniciativa, vai ajudar muitos aracajuanos (as). Só lamento que tenha sido após tantos bares e restaurantes fechados, tanta gente desempregada”, concluiu.

 

Ricardo Marques I

O vereador Ricardo Marques (Cidadania) fez um apelo para que a Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA) ajude ao estado abrindo também leitos de UTI - Unidade de Terapia Intensiva na rede de saúde municipal. O parlamentar afirmou que essa é a maior necessidade da população neste momento de avanço da pandemia. “Se a prefeitura usar o dinheiro que recebeu para o combate à Covid e abrir esses leitos irá ajudar muito todo o estado e contribuir para amenizar a situação”.

 

Ricardo Marques II

“Já fiz o pedido pessoalmente para a secretária da saúde de Aracaju e a resposta que obtive foi que a responsabilidade da criação de leitos de UTI é do Estado. Não estamos mais em 2015, quando saiu essa determinação, vivemos uma pandemia. Sabemos que a maior necessidade são leitos de UTI, várias pessoas estão morrendo sem receber atendimento”, alertou.

 

Vagas de UTI

“Durante as últimas semanas, tenho recebido muitos pedidos de pessoas querendo ajuda para conseguir uma vaga de UTI para o tratamento de um parente. A necessidade não é somente vaga de retaguarda ou de enfermaria, também é de UTI. O que mais dói em mim é que eu mal consigo responder a essas pessoas, quando busco informações, infelizmente, o paciente faleceu. Sequer recebeu o atendimento necessário por falta de vaga”, lamentou Ricardo Marques.

 

Apelo I

O vereador lembrou ainda que recentemente a prefeitura modificou a estrutura do Caps Jael Patrício para criação de leitos de retaguarda. “Existem 20 leitos disponíveis e no feriado de 21 de abril havia apenas três pessoas internadas, assim como a área de retaguarda do Huse está com menos de 50% da ocupação. Quero apelar para a sensibilidade do prefeito”.

 

Apelo II

Os dados mostram que das 4.000 mortes registradas em Sergipe, 1.600 aconteceram na capital, sendo aproximadamente 40%. Abra leitos de UTI, pelo amor de Deus, Edvaldo Nogueira! Aracaju precisa desses leitos para agora. Não estamos perdendo vidas para a Covid, estamos perdendo para a falta de atendimento em Aracaju”, concluiu.

 

Sheyla Galba I

A vereadora Sheyla Galba (Cidadania) falou da necessidade de abertura de leitos de UTI para atender pacientes com Covid-19 na capital. Em seguida, a parlamentar reforçou a cobrança à Secretaria de Estado da Saúde em relação à falta de medicamentos para tratamento de pacientes oncológicos no Hospital João Alves Filho.

 

Sheyla Galba II

“Desde fevereiro, quando iniciamos os trabalhos aqui na Casa, que venho pedindo pelos pacientes oncológicos que estão com o tratamento interrompido. Os cinco medicamentos usados para tratar linfoma, carcinoma, leucemia e mieloma seguem em falta no Hospital João Alves Filho. A secretaria de Estado da Saúde diz que o problema é a logística e a falta de matéria-prima, mas um paciente conseguiu comprar um dos medicamentos”, detalhou a vereadora.

 

Sem tratamento

Sheyla Galba relatou ainda que recebeu uma ligação informando que 20 pacientes com câncer de colo de útero, que fazem braquiterapia, estão desde dezembro sem tratamento no Hospital João Alves. “Peço que os colegas vereadores façam comigo uma força-tarefa para entender o porquê estes problemas estão ocorrendo e buscar uma solução. Embora pareça que as pessoas só estão morrendo de Covid, eu sei quantas pessoas com câncer, especialmente mulheres, que estão morrendo por falta de tratamento”.

 

E a PMA?

A vereadora voltou a destacar a necessidade do Município de Aracaju também se responsabilizar com os pacientes oncológicos. “Pois todos são tratados na capital. Inclusive, existe uma Lei do ex-vereador Sandro de Miro que eu quero ampliar e incluir os pacientes com câncer para que consigam consultas e exames com mais brevidade”, salientou.

 

Anderson de Tuca

O vereador Anderson de Tuca, do PDT, dá continuidade ao Projeto Vereador nos Bairros, solicitando à prefeitura uma reforma e limpeza na praça próximo ao Posto de Saúde Celso Daniel, no Conjunto Padre Pedro, no Bairro Santa Maria.

 

Joaquim do Janelinha I

O vereador por Aracaju, Joaquim da Janelinha (PROS) felicitou por meio das suas redes sociais oficiais, a todos os moradores, comerciantes e afins do conjunto Augusto Franco, localizado na zona sul de Aracaju, pelos seus 39 anos de fundado, completos nessa quinta-feira (22). “Parabenizo todos os residentes, comerciantes, prestadores de serviços e religiosos que estão a cada dia fortalecendo e fazendo crescer o nosso tão estimado conjunto”, disse o parlamentar.

 

Joaquim do Janelinha II

Em vídeo, Joaquim fez uma retrospectiva de sua vivência no conjunto,  relembrando as grandes obras construídas, como a Igreja Católica, a Casa de Show Gonzagão, o complexo do Sesi; além da Praça da Juventude. “Enquanto parlamentar, iremos resgatar tudo isso, afinal, são 39 anos de muito progresso, e agora, como representante do meu conjunto, só temos a crescer juntos. Posso dizer que presenciei o verdadeiro início de uma comunidade, onde existiam ruas de areia, casas sem muros e pouca pavimentação. Muita coisa mudou, e o tempo só fez do Augusto Franco o lugar ideal para se viver”.

 

Goretti Reis I  

A deputada Goretti Reis (PSD) contou com a aprovação da Moção 33/2021, que apoia o Ministério da Educação para a regulamentação da Inclusão Regional através do Bônus Regional para as Universidades Federais.  Ela explicou que o Bônus oferece aos candidatos que prestam vestibular e cursaram todo o ensino médio em escolas regulares nos seus estados terão direito ao Argumento de Inclusão Regional, com acréscimo de 10% na nota final do candidato e mais 5% para quem concluiu em escola pública.

 

Goretti Reis II

“Os estudantes de Lagarto já foram contemplados, mas infelizmente, atualmente, por decisão judicial o Bônus está suspenso. Lamentável! Outros estados como Alagoas e Pernambuco, por exemplo concedem aos seus estudantes. É preciso entender que muitas pessoas não têm condições de se deslocarem para outros estados e arcarem com custos para moradia e alimentação. A concessão desse Bônus favorece a permanência de mais profissionais em seus estados”, ressaltou a deputada.    

 

Janier Mota I

A deputada estadual Janier Mota (PL) destacou em suas redes sociais a evolução que vem atingindo a educação pública no município de Itabaianinha, onde ela tem forte atuação política. A parlamentar deu ênfase ao interesse da Prefeitura de Nossa Senhora da Glória de conhece o modelo de gestão educacional da cidade do sul do Estado.

 

Janier Mota II

“Meu orgulho pela educação de Itabaianinha é imenso! E fica maior ainda ao ver minha terra natal, Nossa Senhora da Glória, estreitando laços com Itabaianinha para adotar o ensino que é referência em nosso Estado, com melhor IDEB”, destacou Janier Mota.

 

Conhecer a gestão

Essa semana a prefeita de Nossa Senhora da Glória, Luana Oliveira, viajou até Itabaianinha, acompanhada de sua secretária de Educação, Maísa Feitosa, para conhecem a gestão educacional daquele município, que vem se tornando uma referência no Estado.

 

Glória & Itabaianinha

“Elas conheceram toda a estrutura montada, que segue o modelo de ensino da cidade de Sobral, no Estado do Ceará, classificada com os melhores indicadores de educação infantil do Brasil”, completou a deputada.

 

Luana Oliveira

“Fiquei encantada com o trabalho que conheci aqui em Itabaianinha, pelo trabalho minucioso que vem sendo realizado. Eles estão de parabéns. Viemos trocar experiências, conhecer esse modelo e tentar desenvolver no nosso município para também alcançar os resultados satisfatórios”, destaca Luana Oliveira.

 

Zezinho Sobral I

O líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Zezinho Sobral (PODE), condena o que ele entende por “politização da doença”. A crítica está diretamente relacionada à pandemia do novo coronavírus (COVID-19). “Aquele que se utiliza da saúde para fazer política ou politicagem, tem uma condição muito ruim nas avaliações da vida, futura e presente, e queira Deus que não atraia para si nenhuma questão ruim”, pontuou o deputado.

 

Zezinho Sobral II

Zezinho Sobral tem defendido nas sessões Remotas da Assembleia Legislativa a necessidade de se acelerar o processo de imunização da população em todos os municípios e pontua que só a vacina é a garantia de proteção contra o vírus. “Já se viu muita gente que era negacionista, que fazia apologia à aglomeração, mas no momento em que apresentou os sintomas da doença, passou a rezar e a pedir a Deus que o ajude. É nesse momento que o ateísmo e o ceticismo vão embora”, sentenciou Sobral, destacando a fragilidade humana.

 

João Marcelo I

O deputado João Marcelo (PTC) comentou sobre as indicações que protocolou e foram aprovadas na Alese. Na primeira delas ele fez um apelo ao governo do Estado pela implantação de um sistema de ar-condicionado na escola estadual General Calazans, no município de Nossa Senhora das Dores. “Uma unidade que faz parte da minha história e quero aqui reconhecer que o governo do Estado tem atendido os meus pleitos”.

 

João Marcelo II

“O sistema de ar-condicionado está sendo implantado, mas é preciso fazer a ligação da energia elétrica junto ao poste que fica em frente, para que esse sistema comece a funcionar”, completou o deputado. João Marcelo também destacou outras indicações suas para o município de São Cristóvão. “Estive lá há alguns dias, a convite de meu amigo Armando Batalha, e percebi a necessidade da revitalização daquela região do Catamarã do rio Vaza-Barris, com tantas belezas naturais”.

 

João Marcelo III

“Também estou solicitando a revitalização do Cristo na Colina São Gonçalo, que tem uma vista muito bonita. Minha sugestão é que se permita que o pessoal daquela região monte uma feirinha por ali para comercializar o artesanato local, naquele Cristo que é de 1926, mais antigo que o da cidade do Rio de Janeiro”, acrescentou. Por fim o deputado disse que já até conversou com o governador Belivaldo Chagas (PSD) solicitando a recuperação do trecho da rodovia estadual que liga a BR-101 à cidade de São Cristóvão.

 

Contas rejeitadas

Por unanimidade, o Tribunal Regional do Estado de Sergipe (TRE/SE) reprovou a prestação de contas da candidata a deputada estadual Marleide Cristina dos Santos (MDB). Com a decisão, ela será obrigada a devolver R$ 468.922,23 (em valores corrigidos) que recebeu do Fundo Especial de Financiamento de Campanha.

 

Acompanha o MPE

O julgamento acompanhou parecer do Ministério Público Eleitoral (MP Eleitoral), que demonstrou, por meio da investigação realizada pela Polícia Federal, várias falhas na prestação de contas e fortes evidências de uma candidatura fictícia.

 

Entenda o caso 

Nas eleições de 2018, a candidata Marleide dos Santos, filiada ao MDB, residente e eleitora do município de Lagarto, conseguiu arrecadar R$ 485.256,44. Desses, R$ 468.922,23 vieram do Fundo Especial de Financiamento de Campanha e R$ 16.334,21 de outras doações. Mesmo com tantos recursos disponíveis para a campanha, a candidata a deputada estadual só obteve 184 votos.

 

Só 8 votos

O valor que o partido direcionou à candidatura de Marleide dos Santos foi o maior valor recebido por uma candidata do sexo feminino no estado de Sergipe. Chamou atenção o fato do MDB ter direcionado um valor tão elevado a uma candidata com evidente inviabilidade política, visto que em 2012, Marleide participou da disputa ao cargo de vereadora de Lagarto, mas só obteve oito votos.

 

Desproporção

Outra desproporção identificada foi a diferença na destinação dos recursos entre outras candidatas a deputada estadual do sexo feminino do MDB. Enquanto Marleide dos Santos recebeu mais de R$ 400 mil, Auria Alves de Souza, Katiane Fortunato Pereira, Edna Martinez e Veronalda Andrade Gois receberam, respectivamente, R$ 40 mil, R$ 60 mil, R$ 30 mil e R$ 98 mil.

 

Investigação 

De acordo com as investigações, na seção “Despesas” da prestação de contas, a candidata declarou gastos com posto de combustíveis, pessoas físicas e jurídicas. No entanto, ao se analisar os extratos bancários não foram encontradas as despesas então declaradas pela candidata. Também não foram localizadas notas fiscais que comprovassem os pagamentos dos postos de combustível. 

 

Haja santinhos!

Mais um ponto que chamou atenção na prestação de contas foi a declaração de confecção de 1 milhão de santinhos por uma candidata que restringiu a campanha ao município de Lagarto, que possui apenas 72 mil eleitores.

 

Sem campanha

O Ministério Público Federal e a Polícia Federal identificaram nas investigações que a candidata não realizou campanha eleitoral. Segundo relatório da Polícia Federal, os indícios apontam que os recursos da candidatura de Marleide dos Santos foram dirigidos para financiar outras candidaturas ou foram apropriados por terceiros. As redes sociais da candidata também demonstram que ela não fez campanha para si. Não foi visualizado Marleide pedindo votos ou cumprimentando as pessoas, atitudes típicas de quem está disputando uma eleição.

 

Ação penal

No entanto, as fotos e os vídeos encontrados nas redes sociais e nos telefones celulares apreendidos pela Polícia Federal indicam que ela fez campanha em prol dos candidatos Fabio Reis (deputado federal), Belivaldo Chagas (governador) e Jackson Barreto (senador). Contra estes, o MP Eleitoral vai encaminhar cópia dos autos para a Procuradoria-Geral Eleitoral para eventual ação penal, em virtude do foro privilegiado de alguns candidatos.

 

Posse

Tomou posse no cargo de Representante Estadual do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), o advogado Sandro Mezzarano. O evento contou, também, com a presença do Ex-Presidente do Conselho Federal da OAB e Membro do IAB, Cezar Britto, a quem coube a saudação ao empossado, do Presidente da OAB/SE, Inácio Krauss e do Ex-Presidente da OAB/SE, Henri Clay Andrade.

 

OAB/SE

Sandro assume a representação da Entidade em Sergipe com o desafio de reunir a advocacia sergipana em torno do estudo do Direito, da contribuição na difusão dos conhecimentos jurídicos, do culto à justiça e da permanente defesa do Estado Democrático de Direito e de seus princípios fundamentais.

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com




Tópicos Recentes