ESPORTE

16/10/2020 as 09:36

Demitido em 15 jogos no Brasil, Jesualdo Ferreira deseja sorte a Sá Pinto

Português elogia técnico do Vasco, mas lembra falta de tempo e paciência

<?php echo $paginatitulo ?>

Contratado para treinar o Santos no rastro do sucesso de Jorge Jesus no Flamengo, o português Jesualdo Ferreira passou sete meses no litoral santista. Uma conta rápida ajuda a mostrar um pouco da dificuldade do treinador no Brasil – uma realidade que espera o novo técnico do Vasco, Ricardo Sá Pinto, e da qual não escapou esse vitorioso e experimentado treinador de 74 anos.

Jesualdo iniciou treinos com o Peixe dia 9 de janeiro (no dia anterior, foram exames físicos), estreou no dia 23 e a pandemia paralisou tudo 14 de março. No oitavo dia depois do retorno do futebol (espaço de 22 a 30 de junho), ele foi demitido. O Santos foi eliminado pela Ponte Preta no Campeonato Paulista.

Foram cerca de 90 dias em quarentena em Santos – mais do que os 60 de competição para cumprir 15 jogos pelo Peixe - seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas (aproveitamento de 48,8%).

Em entrevista ao ge, ele contou que já sabia das dificuldades de se trabalhar no Brasil, mas admitiu que a realidade foi mais impressionante do que as informações que tinha.

Sá Pinto vai encontrar essa realidade no Vasco. Como é que é o Sá Pinto, que nunca veio ao Brasil? Eles (dirigentes) conhecem? Quando chega, querem ver resultado imediatamente e o tempo é muito curto. Para mim, a dificuldade maior é não haver tempo para trabalhar. Tempo e paciência. Ninguém tem - comenta o treinador.

Jesualdo conheceu o pai de Sá Pinto, que foi jogador do Porto. Acompanhou a carreira do atacante desde os tempos de Salgueiros – “foi um jogador muito dotado tecnicamente, muito agressivo” – e desejou sorte ao compatriota, sem deixar de alertar para a máquina de moer técnicos do Brasil.

Ele se espantou ao saber da demissão de Vanderlei Luxemburgo no Palmeiras, aquele que venceu o Paulistão que mal conheceu e que, como lembra, é um dos mais vitoriosos do país. Também citou a queda de Luis Felipe Scolari no mesmo clube recentemente e de Tiago Nunes do Corinthians.

 

 




Tópicos Recentes