EMPREGOS E CONCURSOS

19/04/2021 as 07:19

AGU abre PSS para contratação temporária de 110 profissionais

Inscrições para candidatos de nível médio e superior começam no próximo dia 20

Foto: Ascom/AGU<?php echo $paginatitulo ?>

Advocacia-Geral da União divulgou nesta sexta-feira (16) dois editais de Processo Seletivo Simplificado realizado pela instituição para contratação de profissionais de nível médio e superior para atender à necessidade temporária de excepcional interesse público. As inscrições começam no dia 20 e vão até 28 de abril. A previsão é que o resultado final será publicado no dia 8 de junho.

Os editais foram publicados no Diário Oficial da União (DOU). A seleção foi publicada considerando a Medida Provisória 1.039 de 2021, que liberou novas parcelas do auxílio emergencial e autorizou a AGU a contratar pessoal por tempo determinado para atuar em atividades relativas a apoio para triagem e tratamento de processos judiciais.

O prazo de validade da seleção é de um ano, prorrogável uma vez por igual período. As contratações temporárias objeto do Processo Seletivo terão prazo contratual de um ano, podendo ser prorrogado desde que o prazo total não exceda dois anos. A Advocacia-Geral pode, em caso de desistência ou de rescisão contratual, realizar novas contratações para completar o prazo total de dois anos do contrato antecedente, observados os critérios de classificação.

Os candidatos serão selecionados com base na avaliação de títulos e experiência profissional. Os inscritos devem enviar documentos para a comprovação das informações por meio da Plataforma do Processo Seletivo Simplificado AGU 2021.

O edital nº6 prevê a contratação temporária de profissionais para o preenchimento de 100 vagas distribuídas nas cidades de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Recife. A carga horária é de 40 horas semanais e remuneração para os cargos de nível médio será de R$ 1.700 e para o nível superior em qualquer área, R$ 3.800. A seleção reserva 20% das vagas para candidatos que se autodeclararem negros e 10% para pessoas com deficiência.

O candidato selecionado para o cargo de nível médio exercerá a função Atividades Técnicas de Formação Específica, que prevê a atribuição de “triagem e tratamento de processos judiciais e informações contidas em sistemas de consultas em bases de dados governamentais”. Já para o nível superior, a função é de Atividades Técnicas de Suporte e tem como atribuição “análise de processos judiciais e elaboração de minutas de documentos”. Para ambos os cargos, é exigida experiência profissional de, no mínimo, um ano na área, devidamente comprovada.

Já o edital nº7 prevê dez vagas para cargo de nível superior. São cinco vagas para o cargo de Atividades Técnicas de Complexidade Gerencial (gerente), que exige graduação em Administração, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública ou qualquer área correlata, e que serão distribuídas para as cidades de Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre e Recife. Também foram destinadas cinco vagas para o cargo de Atividades Técnicas de Tecnologia da Informação (técnico) que tem como pré-requisito graduação em Análise de Sistemas, Tecnologia da Informação, Ciência da Computação ou qualquer área correlata, para exercer as atividades em Brasília. Para ambos os cargos, a remuneração é de R$ 8.300, a carga horária é de 40 horas semanais e são exigidos, no mínimo, três anos de experiência profissional na área de formação, devidamente comprovada.

Fonte: Ascom/AGU




Tópicos Recentes