POLÍTICA

24/09/2020 as 10:54

Resultado das eleições 2020 pode sinalizar “reeleição” de Bolsonaro

Quorum

Política
Por Habacuque Villacorte
<?php echo $paginatitulo ?>

Estamos ainda iniciando as eleições municipais de 2020, quando milhões de brasileiros irão às urnas em novembro para escolherem os prefeitos e vereadores de suas respectivas cidades. O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), já se manifestou publicamente a respeito, anunciando que, pelo menos no 1º turno, não deverá participar das disputas nos Estados. Com a popularidade em alta junto à população, ele vai continuar “estratégico” e “cirúrgico”, até por conta do movimento “organizado” que existe por parte da “grande mídia” para tentar desgastá-lo.

 

Mas o fato de não participar das eleições municipais, não significa dizer que o presidente da República não estará monitorando o comportamento de seus aliados e “interessados” em seu apoio, nos Estados e Municípios. “Vacinado” para a política, Bolsonaro deve analisar bem cada passo, cada apoio e vai verificar com quem poderá contar, verdadeiramente, em uma possível reeleição em 2022. E sua postura a frente do Executivo, diante da pandemia, que para muitos seria explorada contra e de forma pejorativa, agora certamente dará um “plus” para quem decidir acompanha-lo...

 

Os levantamentos realizados em grandes capitais do País já sinalizam uma mudança na leitura do cenário por parte da população. A “grande mídia” perdeu a “guerra” com as redes sociais e, apesar de ainda muito presente, não demonstra ter forças e argumentos para “derrubar o presidente”. Bolsonaro vem dando a volta por cima junto à população, e muitos discursos que lhe atacavam, nos Estados e Municípios, hoje são mais “neutros” ou até reconhecem seu empenho, seu êxito em controlar a economia na pandemia, preservando empregos e “salvando vidas” com o auxílio emergencial.

 

Em todas as pesquisas feitas, pelos mais diversos institutos, sobre 2022, Bolsonaro lidera com certa vantagem em relação aos possíveis concorrentes. É bem verdade, também, que não existe “unidade” entre seus adversários e esse é outro aspecto que o ajuda ainda mais. Enquanto isso, ele segue percorrendo o País, anunciando novas obras, retomando várias que passaram anos paralisadas, além de formalizar investimentos em diversas áreas, do agronegócio ao gás natural, potencializando o turismo, a indústria e o comércio, sem deixar de lado seus princípios éticos e conceitos religiosos.

 

E a prova de que a postura do presidente tem sido tão efetiva já são os números dos levantamentos que começam a despontar em grandes cidades, sobretudo governadas por adversários públicos de Jair Bolsonaro, onde os apoiadores do presidente começam a conquistar uma parcela significativa do eleitorado. Trazendo este cenário para Sergipe, e mais precisamente em Aracaju, ainda é um pouco cedo para que possamos avaliar essa “influência bolsonarista”, mas não precisa ser especialista para entender que a rejeição de outrora, deu espaço a vários “focos de satisfação” e reconhecimento.

 

Não dá para arriscar dizer que um candidato “bolsonarista” será o prefeito ou a prefeita de Aracaju, mas que ninguém se engane que, a depender dessa “onda nacional”, não será impossível perceber que esta “influência” efetive alguém para um provável 2º turno. O eleitorado não está se deixando influenciar pela “grande mídia”, as “panelas silenciaram” e hoje o apoio a Jair Bolsonaro pode ser sim decisivo em uma eleição, sem contar que o resultado deste ano também poderá sinalizar uma antes contestada e inimaginável reeleição, em 2022...

 

Veja essa!

Um feito “inédito” relacionado ao Ministério Público Estadual de Sergipe: pela primeira vez uma reclamação disciplinar contra um dos membros do órgão estadual foi acatada e já está em tramitação no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). Trata-se de uma denúncia protocolada pelo empresário Josimar dos Passos Nascimento contra o promotor Belarmino Alves dos Anjos Neto, da cidade de Lagarto.

 

E essa!

O Corregedor Nacional do Conselho Nacional do Ministério Público, Rinaldo Reis Lima, determinou à corregedoria do Ministério Público de Sergipe que investigue denúncias feitas contra o promotor. O MP/SE terá de informar o resultado do procedimento por ela instaurado para apuração dos fatos objeto da presente reclamação, remetendo cópia da decisão final ao CNMP. 

 

Bomba!

Segundo o reclamante, o promotor de Justiça “vem ignorando o dever de apurar notícias de fato que chegam à sua Promotoria, deixa de considerar crimes perpetrados na região, ignora a obrigatoriedade da ação penal e faz acordos e recomendações ‘esdrúxulos’ com a Prefeitura de Lagarto com o intuito de não dar andamento a qualquer procedimento que venha a afetar a imagem da atual prefeita. Josimar cita 16 procedimentos extrajudiciais em trâmite na Promotoria de Justiça de Lagarto, nos quais alega a ocorrência de irregularidades”.

 

Exclusiva!

O empresário Josimar dos Passos Nascimento requer a concessão de medida liminar para afastamento do promotor de Justiça e a sua condenação “em alguma das punições previstas no Regimento Interno do CNMP” por entender que o representante do MPE sergipano “vem atuando com objetivo de promoção pessoal, favorecendo o agrupamento político da prefeita Hilda e do deputado Gustinho Ribeiro, deixando de investigar, pelo menos, 16 notícias de supostas condutas ilícitas na prefeitura, arquivadas de ofício, sem qualquer apuração por parte do promotor”.

 

Já notificados

A informação exclusiva que chega para este colunista, direto de BSB, é que todos os citados já teriam sido notificados da decisão do Conselho Nacional do Ministério Público. A Corregedoria-Geral em Sergipe terá que informar o resultado do procedimento por ela instaurado para apuração dos fatos objeto da presente reclamação e, caso o prazo de conclusão previsto seja ultrapassado, a Corregedoria-Geral deverá apresentar as razões e a estimativa para a sua conclusão. Definitivamente, vivemos sob “novos tempos”, em especial para as autoridades sergipanas...

 

Outra quente!

Um prefeito do interior sergipano que coloque as “barbas de molho”! O dinheiro que veio do governo federal para a COVID-19 (PASMEM) chegou a ser usado para fazer manutenção de ambulâncias sucateadas ou fora de circulação! Os empenhos foram realizados, mas a própria população tem conhecimento do “cemitério de carros velhos” criado pela gestão, que abandonou a frota.

 

Ambulâncias fantasmas

A gente já tinha conhecimento de servidores fantasmas em prefeituras municipais e órgãos públicos, agora “ambulâncias fantasmas” é uma novidade em Sergipe e, quiçá, no cenário nacional. Tem ambulância sendo emplacada como se fosse uma motocicleta! Veículos que desaparecem de oficinas nas “madrugadas” e que, subitamente, ressurgem. Parece assombração...em breve maiores informações ou até, uma “megaoperação caça-fantasmas” pelo interior sergipano...

 

GAECO nas ruas!

Com apoio do grupamento da Bahia, o GAECO/SE deflagrou mais uma fase da Operação Pandemonium, cumprindo novos mandados de busca e apreensão, desta vez nos municípios de Carmópolis e Novo Triunfo, este último na Bahia. A investigação gira em torno de supostos desvios e fraudes em contratos supostamente realizados pelo Município com empresas baianas, com recursos originários para o combate à COVID-19.

 

Chama o Edvaldo I

A Justiça Eleitoral determinou mais uma vez que o prefeito Edvaldo Nogueira e a pré-candidata a prefeita Katarina Feitoza retirem das redes sociais quatro publicações que configuram propaganda eleitoral irregular/antecipada. A decisão atende a representação da Coligação "Compromisso, Esperança e Verdade e da pré-candidata Danielle Garcia. O juiz também fixou multa diária de R$ 1 mil reais em caso de descumprimento. 

 

Chama o Edvaldo II

O Juiz Eleitoral José Pereira Neto ressaltou, na decisão, que "as postagens falam por si mesmas. Nenhuma dúvida e que se trata de propaganda fora de hora. Os vezeiros nessa prática costumam afirmar que o art. 36-A da legislação eleitoral só impede o pedido explícito de voto; melhor seria dizer, não impede nada. Acontece que nosso ordenamento jurídico inadmite preceito inútil. A lei deve ser interpretada à luz dos princípios constitucionais e, no caso, a isonomia entre os concorrentes constitui vetor imprescindível".

 

Chama o Edvaldo III

Ainda de acordo com o magistrado, "nem é preciso lembrar que foi com esse objetivo que a lei especial fixou o dia vinte sete vindouro para início da propaganda eleitoral. Nem também é preciso lembrar que qualquer gesto que signifique propaganda antes da hora afronta esse objetivo legal. E a propaganda constitui pedido de voto explícito? Creio que nem precisava, se lei veda expressamente propaganda antes da hora. Mas, se é para argumentar, a expressão pedido explícito de voto reclama interpretação contextual e o Superior Tribunal Eleitoral, no Agravo Regimental no Resp 1087, Araci/CE, evidenciou o entendimento de interpretação contextual; basta comparar as mensagens”.

 

Galeguinho antecipa 13º

O governador Belivaldo Chagas anunciou em coletiva de imprensa a antecipação do 13º salário para todos os servidores do Estado, por ordem de data de aniversário. Belivaldo também anunciou o retorno do pagamento do auxílio-uniforme e do 1/3 de férias para os servidores da Educação. Com as medidas, o Governo do Estado vai injetar cerca de um bilhão e 400 milhões de reais na economia sergipana.

 

Folha suplementar

A primeira parcela do 13º salário será paga através de folha suplementar nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro, entre os dias 10 e 12 de cada mês, e a previsão é que os 50% sejam pagos, de forma integral, também em dezembro. Com o montante a ser pago, o governo estima injetar na economia sergipana cerca de R$ 80 milhões.

 

Belivaldo Chagas

“Com a medida anunciada, a intenção é fechar o mês de dezembro sem dever absolutamente nada referente ao ano de 2020. Isso é bom porque contriui com a economia. Quando a gente soma as folhas de setembro, outubro, novembro, mais o décimo terceiro, a gente está jogando na economia um bilhão e 400 milhões de reais, neste momento que é extremamente importante para os servidores. Não tem sido fácil, mas estamos fazendo o dever de casa. Desde que assumimos o governo, temos pagado os salários sempre conforme anunciado”, destacou Belivaldo.

 

Para refletir

Para um Estado que estava em “sérias dificuldades financeiras”, no início da pandemia, e agora, quando a campanha eleitoral vai se aproximando, quando estamos diante de uma eleição municipal, o mesmo governo “antecipa recursos”, é sinal que ou o problema lá atrás não era dos maiores, ou o “galeguinho” é um “fenômeno” em excelência na gestão dos recursos públicos. Este colunista tem certeza que é a segunda hipótese...

 

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com

 




Tópicos Recentes