14/01/2022 as 00:00

Falou em coisa boa Tio Ed aparece

O prefeito reapareceu para dar uma boa notícia, quando a noticia não é boa, ele foge dos holofotes

Política Online

Política
Por Ewerton Júnior
<?php echo $paginatitulo ?>

O marketing de Tio Ed é mesmo de primeira. Quando ele aparece, geralmente vai sair uma boa notícia. Quando ela não é boa, Tio Ed vai para o Opará e não fala com ninguém, muito menos com a imprensa. Um caso a ser estudado, será que a maior autoridade municipal não deve aparecer para dar as boas e más noticias para a sua gente? Tio Ed aparece sorridente e manda ver simpaticamente o que tem a dizer, como foi no caso por exemplo do início da vacinação para crianças de 05 a 11 anos neste sábado, 15.  Nesta primeira fase da vacinação Ed aparece para dizer que receberão a primeira dose o público infantil que tenha comorbidades e deficiência permanente - auditiva, visual, motora e mental. E que a vacina será disponibilizada em três Unidades Básicas de Saúde no fim de semana, e em oito UBS’s durante a semana. O anúncio da nova etapa do calendário vacinal feita pelo prefeito Edvaldo Nogueira apareceu nesta sexta-feira, 14, através das suas redes sociais. “É com muita alegria que faço este importante anúncio sobre a vacinação que agora chegará para as crianças de 5 a 11 anos. Como o Ministério da Saúde não enviou doses suficientes, nós iniciaremos pelas crianças com comorbidades e com deficiência permanente. Já neste sábado, dia 15, a vacinação começará às 13h, em três Unidades Básicas de Saúde. No domingo, dia 16, terá início às 8h, nas mesmas três unidades. A partir da segunda-feira, 17, a gente ampliará para oito unidades, para alcançar todas as crianças e avançar sobre este grupo tão importante”, afirmou o prefeito.

Já quando a noticia é ruim o bom marketing de Tio Ed, comandado pelo "mago" Carlos Cauê, esconde o prefeito de tal forma, que fica mais fácil voce achar um marroquino que guarde as suas tradições religiosas no Centro de Aracaju. E para fazer a constatação não precisei andar léguas para encontrar as justificativas para esta afirmação. Aí vão elas: no anúncio da tal licitação dos 184 milhões a figura de Tio Ed apareceu para dizer pelo menos que ia revogar o absurdo? Já nas vaias das Mangabeiras não teve jeito de esconder, era o Tio Ed que estava fazendo o discurso que geraram as vaias. No anúncio do aumento do IPTU, Tio Ed apareceu? Foi destacado para a espinhosa missão o secretário da Fazenda de Aracaju o competente Jeferson Passos. No próximo aumento, o do transporte coletivo, vamos ver se o Tio Ed reaparece com o sorriso no rosto para dizer que a passagem do transporte público vai aumentar, mas que a prefeitura vai cumprir a promessa de fazer a licitação do transporte, tão esperada pela sociedade da região metropolitana de Aracaju. Assim fica fácil para se construir uma imagem de bom gestor, Tio Ed só fala de coisa boa, enquanto isto seus auxiliares são escalados para os momentos ruins da gestão do Tio. Só para esclarecer o que fora dito anteriormente sobre a vacinação das crianças, são consideradas comorbidades as seguintes condições de saúde: diabetes mellitus; pneumopatias crônicas graves (doença pulmonar obstrutiva crônica, fibrose cística, fibroses pulmonares, pneumoconioses, displasia broncopulmonar e asma grave); hipertensão arterial resistente, hipertensão arterial estágio 3, hipertensão arterial estágios 1 e 2 com lesão em órgão-alvo e/ou comorbidade; doenças cardiovasculares; doença cerebrovascular; imunossuprimidos; hemoglobinopatias graves; obesidade mórbida; cirrose hepática; síndrome de Down; autismo e deficiências permanentes (auditiva, visual, motora e mental).
 
SUKITA É CONDENADO MAIS UMA VEZ

O ex-prefeito de Capela, Manoel Messias Sukita, não cansa de aumentar sua ficha no judiciário. Desta vez a condenação é por danos morais, mediante ofensas e falsas afirmações sobre a vida pessoal do ex-prefeito de Ilha das Flores, Cristiano Cavalcante, que atualmente é esposo da atual prefeita do município do Leste Sergipano. As ofensas contra Cavalcante, sua família e sua honra por parte de Sukita se enquadram como calúnia e difamação, dentro do que foi avaliado pelo judiciário. Vale ressaltar, inclusive, que não é a primeira vez que o ex-prefeito, que já chegou a ser preso três vezes por desvios de recursos públicos, é condenado por esta prática de crimes contra a honra das pessoas. Ainda de acordo com a decisão, as postagens e afirmações de Sukita ultrapassaram o limite da crítica, um verdadeiro lapso de loucura por parte do ex-prefeito. Com a decisão, ficou decidido o pagamento do valor de R$ 12 mil em danos morais, acrescido de 1% de juros ao mês a partir da data, bem como o pagamento das custas processuais e honorários de advogado no valor correspondente de 10% do valor total da ação.

PAUSA NA POLITICA

Vamos dar uma pausa na politica e vamos falar de uma das paixões dos brasileiros. Em evento realizado na noite da última quinta-feira, 14, a Federação Sergipana de Futebol (FSF) realizou oficialmente o lançamento do Campeonato Sergipano 2022. A Federação apresentou os detalhes da competição e o regulamento e também anunciou as premiações, que serão as maiores da história do torneio estadual. Além das vagas para a Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série D do Campeonato Brasileiro, a equipe campeã também irá conquistar um carro zero quilômetro no valor de R$ 100 mil. Já o time vice-campeão receberá além das vagas na Copa do Brasil e na Série D, uma quantia de R$ 50 mil. Os clubes que ficarem na 3° e 4° colocação receberão um valor de R$ 30 mil. A FSF também anunciou premiações individuais. O artilheiro da competição e o goleiro menos vazado receberam um moto zero quilômetro. O Campeonato Sergipano terá início neste sábado, 15, com a partida entre Falcon x Sergipe, no Batistão, às 16h.

QUILOMBOLAS I

Perto de completar 25 anos de reconhecimento, o Quilombo Mocambo, localizado no município de Porto da Folha, território do Alto Sertão sergipano, irá ofertar o Ensino Médio em Tempo Integral no Colégio Estadual Quilombola 27 de Maio. A nova modalidade faz parte de um projeto de ampliação que inclui mais 14 unidades escolares oferecendo Ensino Integral a partir do ano letivo de 2022. O Mocambo é a primeira comunidade Quilombola de Sergipe e a terceira do Nordeste a implementar o Ensino Médio em Tempo Integral. O movimento de adesão ao Ensino Médio em Tempo Integral ocorre por meio de deliberação entre a comunidade, seguido de votação do Conselho Escolar, cuja decisão é registrada em ata. O colegiado reúne todos os seus representantes, entre os quais alunos, professores, gestores e demais servidores, para discutir a implantação do modelo de forma democrática. Para o secretário de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura, professor Josué Modesto dos Passos Subrinho, além de dar cumprimento a uma meta do Plano Nacional de Educação, reafirmada no Plano Estadual de Educação, “a expansão para novas unidades permitirá a um percentual maior de nossos jovens estudantes o ingresso em um processo educacional integral”, frisou ele, reforçando que a implantação do ensino médio integral tem ocorrido de forma gradativa. “Ou seja, nas escolas que fazem a adesão, a cada ano se implanta uma série da modalidade, até completar o ciclo em três anos. Dessa forma é possível, por alguns anos, a convivência na mesma escola de modalidades e turnos de funcionamento distintos”, completou o secretário ao acrescentar que a referida modalidade melhorou o Ideb do Estado e aumentou a aprovação no Enem.

QUILOMBOLAS II

A coordenadora de infraestrutura do Núcleo Gestor de Educação em Tempo Integral (NGETI), Mônica Rodrigues, explica que o período de implementação do Ensino Médio Integral é de três anos, quando geralmente abrem vagas para duas turmas da 1ª série, dependendo do número de matrículas. É nesse momento que os ajustes são realizados e a infraestrutura melhorada ao passo que se implementam o Ensino Médio em Tempo Integral e a comunidade escolar passa a adaptar-se ao novo modelo. “Os primeiros movimentos que nós fazemos nas escolas são os de visualizar as estruturas, o que ela precisa para atender em 100% as necessidades de uma Escola em Tempo Integral. Depois fazemos um ajustamento em relação ao que tem hoje, para começar imediatamente, vendo os equipamentos necessários, ajuste de carga elétrica, etc. Já foram enviados à unidade 27 de Maio dois kits dos laboratórios de Física e de Biologia, os armários para os estudantes, e outros equipamentos que estão em licitação também serão enviados para a unidade”, relatou. O diretor do colégio, Lucivan Souza, acredita que é positiva a oferta da nova modalidade no Quilombo e considera que o atual Ensino Médio é um modelo que já não é suficiente e precisa ser modificado de acordo com os anseios da juventude. “Nós ficamos deslumbrados com a proposta do Ensino Integral, mas é preciso de um aparato para receber o estudante que vai ficar um período maior dentro da escola”, relatou Lucivan sobre as mudanças na infraestrutura da escola. Elaine Melo, diretora da Diretoria Regional de Educação 7, foi fundamental no processo de adesão do Colégio Quilombola no que diz respeito à nova modalidade de ensino. Segundo ela, o Mocambo ampara outras regiões, o que pretende gerar mais matrículas. “Para nós, da Diretoria Regional de Educação 7, essa é mais uma conquista e estamos muito felizes. Eu acredito muito na metodologia do programa de Educação em Tempo Integral que é um modelo que nós precisamos para os nossos jovens avançarem. Por acreditar na proposta é que eu me esforço e busco a implantação nas unidades escolares da Regional. No total, estamos trabalhando o Ensino Médio em Tempo Integral em quatro unidades escolares, duas já implantadas há alguns anos e outras duas que iniciam este ano”, relatou Elaine Melo.

QUILOMBOLAS III

Maria Nazaré Acácio dos Santos é moradora do Quilombo desde a infância e foi aluna da unidade 27 de Maio. Ela considera-se professora permanente da escola, já que é ex-aluna e mãe de alunos, atua como líder comunitária e é presidente da Associação dos Remanescentes Quilombo Mocambo. A também historiadora relata que a comunidade quilombola foi a primeira a ser reconhecida em Sergipe e certificada pela Fundação Cultural Palmares. “Hoje sou mãe de alunos, tenho um casal de filhos, não sou professora do quadro do município, nem do estado, mas sou a professora permanente do quilombo, amiga da escola para toda hora. E é chegada o Ensino Médio Integral no Mocambo, motivo de orgulho, de muita alegria e vitória”, destacou Nazaré. Segundo informações do Departamento de Engenharia e Manutenção Predial (DEMAP) da Seduc, o Colégio Estadual Quilombola 27 de Maio está no cronograma de projetos a serem desenvolvidos em 2022. Assim, a unidade vai passar por uma reforma, ampliação e construção da quadra de esporte. Mônica Rodrigues informa que em relação à infraestrutura da unidade de ensino, que demanda mais tempo, que foi encaminhado para a Engenharia já que a escola tem espaço para fazer as ampliações e adequações necessárias. “Ao mesmo tempo, o colégio fará os ajustes de praxe, como melhorias no banheiro, na climatização”, concluiu.

GÁ NATURAL I

Três decisões judiciais, no Rio de Janeiro, em Sergipe e em Alagoas, mantiveram a suspensão do reajuste de 50% promovido pela Petrobras nos preços do gás natural a partir de 1º de janeiro deste ano. A suspensão do aumento ocorreu por meio de liminares obtidas pelas distribuidoras Naturgy, do Rio, Sergás, de Sergipe, e Algás, de Alagoas, no fim do ano passado. A desembargadora Regina Lucia Passos, da 24ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), não concedeu efeito suspensivo a um recurso da Petrobras contra a decisão liminar. Com isso, o aumento segue suspenso até a o julgamento do recurso, informa o JOTA. Na decisão de quarta (12/1), a magistrada justificou que o aumento representaria danos de “difícil reparação”, diante do “impacto que teria com a vigência dos novos preços estipulados, repercutindo em toda a economia e a sociedade fluminense, já abalada pela grave crise causada pela Covid-19”. Também considerou se tratar de serviço essencial, que não pode ser interrompido, e que não há empresas alternativas à Petrobras para prestar o serviço. No recurso, a Petrobras defende que “manter as condições comerciais defasadas, que refletem a realidade do mercado em 2019, antes da pandemia de Covid-19, além de causar prejuízo à Petrobras, afeta toda a economia pública”. Também destacou que o aumento de preços se deve à dinâmica global do mercado. A decisão do TJRJ diz respeito ao recurso da Petrobras contra a Naturgy. Ainda há outra ação, da Assembleia Legislativa do estado (Alerj), contra o aumento.

GÁS NATURAL II

Já em Alagoas, a negativa ao recurso da Petrobras contra a Algás foi dada pela Desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), nessa quinta (13/1). “Esta sentença possibilitou uma economia de R$ 144 milhões só em janeiro para a Algás, mantendo as empresas que usam gás natural no estado de Alagoas, representando a garantia de mais de 3.500 postos de trabalho. Isso é muito importante para nossa economia poder funcionar e manter os empregos, através de ação judicial contra a Petrobras que queria aumentar em mais de 60% o preço do gás no Estado”, disse o secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro. Em Sergipe, o desembargador Roberto Eugenio da Fonseca Porto determinou que a Petrobras deve manter o fornecimento de gás natural para a Sergás pelo menor preço cotado na chamada pública realizada pela distribuidora em 2021. A decisão determina a manutenção do preço por seis meses a partir de 1º de janeiro, considerando a necessidade de atualização dos valores cobrados no contrato 2020/2021. Além de Rio, Sergipe e Alagoas, Ceará, Espírito Santo e Santa Catarina entraram na Justiça contra o reajuste. A Petrobras anunciou que irá recorrer de todas as ações e alega que elas “abalam a segurança jurídica do ambiente de negócios, “interferindo na livre formação de preços, colocando em risco a implementação da própria abertura do mercado de gás natural no Brasil e atração de investimentos no país”.

ACORDOS DE PROCEDIMENTOS

Jair Bolsonaro e Paulo Guedes selaram, nos últimos dias, um acordo de procedimentos até que o presidente da República decida se concederá mesmo ou não o reajuste salarial prometido a policiais federais. Embora seja contra a concessão do reajuste, o ministro da Economia prometeu não dar mais declarações públicas condenando a medida, enquanto Bolsonaro não bater o martelo sobre o tema. Em troca, o chefe do Palácio do Planalto se comprometeu a não falar mais publicamente que o reajuste está garantido. Nessa semana, por exemplo, Bolsonaro afirmou que “não está garantido reajuste a ninguém”. Apesar da promessa ao chefe, Guedes tem dito a interlocutores que seguirá no trabalho de bastidores para convencer o presidente a não conceder reajuste a nenhuma categoria do funcionalismo público federal. Guedes já levou a Bolsonaro alerta feito por ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de que o reajuste apenas a algumas categorias pode gerar uma onda de ações na Corte cobrando o mesmo tratamento para todos servidores. A pedido do presidente, o Congresso Nacional já aprovou um valor de R$ 1,79 bilhão no Orçamento da União de 2022 para dar reajuste a policiais federais. A concessão de fato, porém, ainda depende de decisão do presidente. A promessa do Palácio do Planalto à Polícia Federal provocou reação entre outras categorias do funcionalismo público federal. Entre elas, a Receita Federal e o Banco Central. As categorias insatisfeitas marcaram para a próxima terça-feira (18/1) uma paralisação e um protesto na frente do Ministério da Economia para cobrar reajuste salarial também a outros setores.

ILEGAL

A Justiça de Sergipe considerou ilegal a “Operação Padrão”, organizada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol) e pela Associação dos Delegados de Polícia Civil do Estado de Sergipe (Adepol/SE). O Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE) deferiu liminar que determina a imediata suspensão do movimento da categoria, com o retorno às atividades dos servidores policiais civis e dos delegados de polícia. A decisão impossibilita, também, a realização de novas paralisações ou suspensão parcial de trabalho, sob pena de multa diária de R$ 50 mil às entidades representativas de classe, no caso de descumprimento. A liminar reconheceu a abusividade da greve das carreiras policiais civis do Estado de Sergipe. A decisão considerou os atos atentatórios à segurança pública, a exemplo de paralização e fechamento de cinco delegacias plantonistas, pelo período de 12 horas. Na noite da última terça-feira (11), por exemplo, na frente da Delegacia Plantonista, na Av. Visconde de Visconde de Maracaju, em Aracaju, os manifestantes interromperam a circulação de veículos na localidade por várias horas e muitos portavam suas armas de fogo, em situação de flagrante violação às determinações legais e jurisprudenciais. Na ocasião, os procedimentos policiais foram interrompidos por consequência do ato. A Constituição Federal impossibilita às carreiras policiais civis realizarem movimento grevista, protesto com o uso de armas de fogo, abdicando do exercício da função soberana do Estado. “A probabilidade do direito revela-se pelas limitações de servidores públicos realizarem movimentos paredistas, aspecto que o STF, assim como este Tribunal de Justiça, tem se manifestado”, destaca o documento do TJ/SE. A decisão do Tribunal de Justiça considerou, ainda, o perigo de dano em razão da interrupção de serviços essenciais ao Estado relativos à segurança pública, assim como pelos tumultos causados no trânsito, sobretudo transtornos para a população e risco à segurança interna, ordem pública e social do Estado de Sergipe.

NETO BATALHA

Destaque por fazer uma oposição construtiva em São Cristóvão, o vereador Neto Batalha (PP) teve o nome entre os mais citados durante três pesquisas eleitorais para deputado estadual. Elas ocorreram de forma espontânea entre os meses de setembro e dezembro de 2021. Numa delas, Neto Batalha aparece na quinta posição. “Muito bom ver que o trabalho desenvolvido em São Cristóvão repercute de maneira positiva nos quatro cantos do estado”, comemora. Realizada entre os dias 13 e 17 de dezembro pelo Instituto França de Pesquisas (IFP), o nome de Neto Batalha figurou entre os principais concorrentes a uma vaga na Assembleia Legislativa de Sergipe. A pesquisa aconteceu nas 40 maiores cidades sergipanas, ouvindo 1.122 eleitores e apresenta margem de erro de 2,9% para mais ou para menos. Também em dezembro, nos dias 27, 28 e 29, uma pesquisa realizada pelo Instituto DatAlô registrou o nome do vereador de São Cristóvão entre os mais ranqueados na lista dos 24 cargos na Alese. “Sempre acreditei que meu nome pudesse ser lembrado em São Cristóvão, e agora vejo que também sou conhecido em outros municípios. Que bom! Isso aumenta minha responsabilidade como vereador e me dá um novo fôlego para buscar os objetivos neste novo ano”, declara Neto Batalha. A primeira, dentre as três pesquisas, ocorreu entre os dias 15 e 18 de setembro e ouviu 1.300 pessoas. Foi realizada pelo Instituto França. Nesta, a margem de erro é de 3,2% e foi realizada de forma presencial em todas as regiões do estado. Nesta, o vereador de São Cristóvão tem 0,17% das intenções de voto. “Parece pouco, mas por causa da quantidade de nomes a disposição é um percentual muito bom”, afirma.

GRANA BOA

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (13), durante sua live semanal nas redes sociais, que uma nova medida provisória (MP) deve ser publicada na próxima semana com a liberação de créditos extraordinários no valor de R$ 1 bilhão para a reforma de rodovias destruídas pelas chuvas nas últimas semanas. A estimativa do custo total das obras foi apresentada pelo ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que participou da transmissão.    "A gente está estimando, presidente, alguma coisa em torno de R$ 1 bilhão para fazer todos os trabalhos de recuperação necessários. Nós tivemos muitas quedas de barreira, deslizamento de corpos de aterro, interrupções das mais diversas em vias, rompimentos de taludes, encabeçamentos de pontes. Então, é um trabalho muito grande. São vários pontos de interdição total ou parcial e a gente vai ter que restabelecer a mobilidade das pessoas, garantir a segurança de trafegabilidade. Esse dinheiro vai ser muito importante", explicou o ministro.      Segundo Bolsonaro, a liberação dos recursos já está acertada com o Ministério da Economia. "Eu acho que, até segunda-feira, a gente consegue assinar essa MP", afirmou. No fim de dezembro, o governo federal já havia liberado R$ 200 milhões para a recuperação de rodovias em diversos estados, principalmente Bahia e Minas Gerais, que registram, até agora, a maior extensão de estradas danificadas.  Além do recurso para rodovias, Bolsonaro disse que está previsto outro crédito extraordinário de R$ 1,3 bilhão para o Ministério do Desenvolvimento Regional. O recurso também será usado para obras de reconstrução de equipamentos públicos destruídos pelas chuvas nos estados. Há ainda um crédito "entre R$ 700 milhões e R$ 800 milhões", de acordo com o presidente, que será destinado ao Ministério da Agricultura. Neste caso, os recursos serão usados para apoiar produtores rurais que tiveram lavouras fortemente afetadas pelas chuvas e para apoiar agricultores que estão sofrendo com a seca severa na Região Sul.

ESTUDO DA FIES

A Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), através do Centro Internacional de Negócios (CIN) e do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da instituição, divulgaram a Análise da Balança Comercial Sergipana de 2021.  O documento, disponível no site do NIE (nie.fies.org.br), é uma análise geral das transações comerciais internacionais de Sergipe, a partir dos dados do Comex Stat, sistema para consultas e extração de dados do comércio exterior brasileiro, disponibilizado pelo Ministério da Economia. Na análise, verificou-se que, em 2021, as exportações sergipanas chegaram a aproximadamente US$ 92,3 milhões, enquanto as importações totalizaram US$ 172,2 milhões, resultando em um déficit de quase US$ 80 milhões. A corrente de comércio do período, composta da soma das exportações e importações, totalizou aproximadamente US$ 264,5 milhões.  As exportações, segundo a classificação por grandes categorias econômicas, foram compostas de bens de consumo (52,73%), combustíveis e lubrificantes (36,40%), bens intermediários (10,82%) e bens de capital (0,05%). Por sua vez, a composição das importações foi da seguinte forma: bens intermediários (80,25%), bens de capital (14,03%), bens de consumo (5,71%) e combustíveis e lubrificantes (0,01%). Dentre os produtos mais exportados, destacaram-se: Gás natural liquefeito (US$ 33,6 milhões), Suco (sumo) de laranja, não fermentado, sem adição de álcool, com ou sem adição de açúcar ou de outros edulcorantes, congelado (US$ 26,1 milhões) e Outros açúcares de cana, beterraba, sacarose quimicamente pura (US$ 4,8 milhões). Em relação aos principais produtos adquiridos do exterior, destacaram-se: Outros cloretos de potássio (US$ 21,8 milhões), Outros trigos e misturas de trigo com centeio, exceto para semeadura (US$ 13,1 milhões) e Diidrogeno-ortofosfato de amônio (fosfato monoamônico ou monoamoniacal), mesmo misturado com hidrogeno-ortofosfato de diamônico (fosfato diamônico ou diamonical) (US$ 11,4 milhões). No documento ainda é possível observar os principais destinos das exportações do estado, além dos principais fornecedores e averiguar quais os setores que mais exportam no estado

INAUGURADO

Na última quinta-feira, 13, foi inaugurado o Centro de Hemodiálise do Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC). Com mais de 600m² de área construída, o espaço tem capacidade para atender 240 pessoas por mês, perfazendo um total de 2.800 sessões mensais. O Centro também conta com 39 poltronas de hemodiálise, sendo 36 no salão principal e 3 destinadas a pacientes com Hepatite B. Além disso, a secretária de Estado da Saúde, Mércia Feitosa, ressaltou que o espaço estará disponível para todos os sergipanos, mas que ele beneficiará principalmente os pacientes com Insuficiência Renal Crônica da Regional de Lagarto. A inauguração foi considerada histórica para as autoridades presentes, a exemplo do deputado federal Fábio Reis (MDB), que destinou emendas para equipar a unidade e ainda atuou junto ao Ministério da Saúde para garantir a habilitação do serviço. “Se antes as pessoas se deslocavam para a capital, agora farão o tratamento pertinho de casa”, comemorou o deputado. Já o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, em entrevista ao Portal Lagartense destacou que o Centro de Hemodiálise aproximará o tratamento dos habitantes da região centro-sul. “Aqui na região, nós temos 82 pacientes que estavam sendo atendidos em Aracaju e que serão atendidos, a partir de agora, aqui neste centro. Quem mora em Simão Dias, Poço Verde tinha que sair mais cedo para Aracaju, mas agora o tratamento é mais perto de casa. Por isso quero parabenizar a todos que fazem este hospital e ao deputado Fábio Reis por ter se empenhado tanto para essa obra”, destacou o governador. A unidade é conveniada com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) para a realização de cirurgias eletivas, além de consultas e exames especializados. A instituição, que é privada, possui contrato com o Governo do Estado, no valor de R$ 258 mil mensais, para a oferta da hemodiálise ambulatorial aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).

COMPROMISSO COM O POVO

O prefeito de Itabaiana, Adailton Sousa, ao conceder entrevista ao radialista Roosevelt Santana, no programa Jornal da Manhã, na FM Itabaiana, nesta sexta-feira, dia 14, ressaltou não apenas que a sua gestão tem compromisso com o povo, mas também que foi eleito com o objetivo de evoluir Itabaiana ainda mais. “Eu estava preparado para gerir Itabaiana. Fazemos gestão com muito comprometimento, com muito equilíbrio. Existem cobranças, mas a gestão está comprometida em resolver”, afirmou. O prefeito destacou várias obras importantes que estão acontecendo no município. Uma delas é o Centro de Equoterapia que está sendo publicado, hoje, no Diário Oficial.  “Um lindo projeto e importante no âmbito social e da saúde. As pessoas especiais terão um local adequado para o tratamento a cavalo. É uma obra significativa. A administração planejou 2021 para execução de obras em 2022 e 2023”, disse o prefeito. Outra obra mencionada pelo prefeito serrano foi a da piscina semiolímpica que está sendo construída no Centro de Integração ao Esporte, o que vai fazer de Itabaiana o município a ter o maior complexo esportivo do interior sergipano. “Vamos entregar à população para que os idosos possam fazer hidroginástica, para que os estudantes realizem a prática do esporte estudantil, como também para que sirva de fisioterapia às pessoas que necessitem”, garantiu. Adailton Sousa ressaltou a evolução que os bairros dos municípios tiveram, a exemplo das Queimadas, que hoje conta com esgotamento sanitário, o que contribui com o meio ambiente e a qualidade de vida das pessoas. Segundo ele, as quatro etapas do bairro serão revitalizadas ainda este ano. “Além dessas ações, a população das Queimadas vão contar com uma creche para deixar seus filhos durante o horário de trabalho sem nenhum tipo de preocupação. Oferecemos uma boa estrutura. Outro avanço para os moradores foi o horário estendido do posto de saúde, que hoje funciona das 07 às 22h devido ao alto índice de pessoas com síndrome gripal”, disse. O gestor municipal também comemorou que hoje várias ruas do município estão sendo asfaltadas, o que proporciona um melhor tráfego para pessoas e veículos. “São mais de R$ 10 milhões que estão sendo investidos em recapeamento e pavimentação asfáltica. Uma grande conquista para nosso município”, disse.

TARCÍSIO EM SAMPA

O presidente Jair Bolsonaro (PL) confirmou nesta quinta-feira, 13, que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, vai disputar o governo de São Paulo neste ano. Durante transmissão ao vivo nas redes sociais, o chefe do Executivo disse que, se o ministro for eleito, fará um trabalho "semelhante" ao seu. "Eu vou responder essa aí porque o Tarcísio não pode responder, não. Eu conversei com o Tarcísio e ele topou ser pré-candidato ao governo do Estado de São Paulo", disse Bolsonaro, em resposta a uma pergunta feita ao ministro durante a "live". Na primeira participação de Tarcísio nas transmissões ao vivo de Bolsonaro no ano eleitoral, o presidente aproveitou para fazer campanha para o ministro. "No nosso governo, ele tem feito um trabalho que é reconhecido por todos. É um tocador de obras, é um empreendedor e sabe realmente dos problemas do Brasil todo", afirmou o chefe do Executivo. Bolsonaro frisou que Tarcísio se formou, como ele, na Academia Militar das Agulhas Negras e trabalhou na Comissão de Transportes da Câmara, quando foi deputado. "Logicamente, ele não vai saber com profundidade, com particularidade, certos problemas do Estado de São Paulo, assim como eu não sei do Brasil. Agora, o Tarcísio pode, sim, ser uma esperança para São Paulo", afirmou.

PRESSÃO POLITICA

Ao dizer que sofreu pressões políticas no começo de seu governo para preencher a Esplanada dos Ministérios, Bolsonaro sugeriu que Tarcísio seguisse seu exemplo. Segundo o presidente, apesar da entrega da Casa Civil ao senador Ciro Nogueira (PP-PI) e da Secretaria de Governo à deputada Flávia Arruda (PL-DF), ambos do Centrão, ele não cedeu às pressões políticas. A ministra Flávia Arruda pediu licença do cargo a partir desta quinta-feira e ficará afastada da pasta até o dia 21 de janeiro para tratar de "assuntos particulares". A licença da titular consta em publicação do Diário Oficial da União desta sexta-feira, 14. "Pode ter certeza, ele ganhando as eleições, porventura, vai fazer um trabalho semelhante ao meu, a começar pela escolha do seu secretariado, que tem que ser tecnicamente escolhido", acrescentou Bolsonaro. Durante a "live", ao falar de eleições, o chefe do Executivo também disse que quando ele sair do governo, vai entrar outro presidente com o mesmo perfil. "Pretendo não ficar a minha vida toda por aqui, não", declarou Bolsonaro.

PLANO DE RECOLHIMENTO DE ANIMAIS I

Após a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) emitir na quarta-feira, 12, um alerta para a população de municípios às margens do Rio São Francisco sobre o aumento da vazão da Usina Hidrelétrica de Xingó, em Canindé do São Francisco, devido às fortes chuvas na Usina Hidrelétrica Três Marias, em Minas Gerais, que afetam diretamente o nível das águas do Velho Chico em Sergipe, e podendo ocasionar grandes prejuízos com enchentes, a deputada estadual Kitty Lima (Cidadania) cobrou diretamente da Chesf um plano de recolhimento dos animais que terão seus habitats naturais afetados pelas águas e ainda daqueles em situação de rua nesses municípios. Além disso, a parlamentar comunicou ao Ministério Público Estadual de Sergipe (MPE/SE) sobre a problemática para que o órgão atue junto à Chesf quanto as ações de retirada desses animais das áreas consideradas de risco. Em ofício encaminhado à Chesf, Kitty Lima pede que a companhia, em parceria com as secretarias municipais e estadual de Meio Ambiente, proceda com a retirada de todos os animais das áreas que poderão ser afetadas com as vazões de 2.500 a 4.000 m3s das águas do Rio São Francisco durante os dias 14, 16, 18, 20, 22 e 24 de janeiro. A preocupação da deputada é com a possibilidade de afogamento de animais por conta do aumento do nível das águas do Velho Chico. “O alerta foi direcionado à população que tem como se mobilizar para evitar danos materiais e assegurar suas vidas, mas em relação aos animais que terão seus habitats afetados pelas águas a Chesf não apresentou nenhum plano de recolhimento. É preciso pensar no bem estar de todas as formas de vida e por isso a companhia não pode ignorar que essa vazão pode sim colocar em risco inúmeras vidas de animais que não têm como se protegerem por si só”, explica Kitty.

PLANO RE RECOLHIMENTO DE ANIMAIS II

“Enviamos um ofício à Chesf alertando para esse problema e cobrando dela um plano de ação para retirada desses animais das áreas de risco em parceria com os órgãos ambientais dos municípios envolvidos e do Governo do Estado. Notificamos também o MPE para que acompanhe de perto toda essa operação, orientando e dando todo o suporte necessário. Não podemos ser omissos”, reforça a deputada. Nos últimos dias Kitty Lima tem recebidos inúmeras mensagens de moradores de cidades ribeirinhas, em especial protetores independentes, preocupados com a situação dos animais em virtude da vazão da Chesf, e diante da iminência de enchentes, a deputada cobrou da Administração Estadual do Meio Ambiente (Adema), Superintendência Especial de Recursos Hídricos e Meio Ambiente de Sergipe (SERHMA) e da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Canindé do São Francisco, uma ação conjunta e de emergência para retirada dos animais das áreas consideradas de alto risco de inundação. De acordo com a Chesf, os municípios sergipanos que deverão ficar sob alerta por conta da vazão são Brejo Grande, Canhoba, Canindé do São Francisco, Gararu, Ilha das Flores, Neópolis, Nossa Senhora de Lourdes, Poço Redondo, Porto da Folha, Propriá, Santana do São Francisco e Telha. “Estarei acompanhando de perto e bem atenta o desenrolar de toda essa situação. Me coloco à disposição de todos os municípios que precisarem de ajuda, da Chesf e do Governo do Estado para somarmos forças nessa ação para assegurar as vidas tanto dos moradores das comunidades ribeirinhas, quanto dos animais, e darmos o exemplo de que toda vida importa”, afirma Kitty Lima.


Colunistas


Tópicos Recentes