SAÚDE

21/01/2022 as 12:20

Condutores do Samu decidem por greve a partir de fevereiro em Sergipe

Greve foi decidida por unanimidade em assembleia na última quinta-feira, 20


Foto: Ascom/Sindconam<?php echo $paginatitulo ?>

Os condutores de ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Sergipe decidiram realizar uma paralisação por tempo indeterminado a partir do dia 1° de fevereiro.

De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Condutores de Ambulância de Sergipe (Sindconam), Adilson Ferreira, a intenção da paralisação é cobrar o reajuste anual dos salários para a categoria. “A paralisação é por falta do reajuste anual que está previsto na Constituição. Foi decidido em assembleia por unanimidade que faremos uma paralisação a partir do dia 1° de fevereiro”, disse Adilson.

Ainda segundo Adilson, as UTI’s móveis continuarão trabalhando com 100% da frota e não participará do movimento grevista.  “Vai parar 30% das ambulâncias do suporte básico. As UTI’s móveis, unidades de suporte avançado, não irão participar do movimento paredista”, completou o vice-presidente do sindicato.

Em comunicado, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que não foi oficializada acerca do movimento grevista e afirmou diálogo permanente com os servidores. A SES destacou que há grandes avanços nas tratativas relacionadas ao Acordo Coletivo de Trabalho para diversas categorias da saúde.


Colunistas


Tópicos Recentes